terça-feira, 9 de dezembro de 2014

Movimento luta para que a gastronomia brasileira seja reconhecida como manifestação cultural por lei

Feijoada, cachaça, tapioca, chimarrão, acarajé, pingado... Gastronomia é cultura sim!

Pensando nisso, o instituto ATÁ do chef Alex Atala lançou a campanha Eu Como Cultura. O objetivo é organizar um movimento pela aprovação do projeto de lei que visa reconhecer oficialmente a gastronomia brasileira como manifestação cultural. Assim, a gastronomia será considerada cultura, resgatando e valorizando nossos produtos, nossas receitas, nossa história à mesa.

Imagem: Gastronomia e Cultura

Pretendendo reunir um milhão de assinaturas para pressionar a votação do Projeto de Lei 6562/13 no Congresso Nacional, o projeto, existente desde 2013 e atualmente em análise na Câmara dos Deputados, consiste na incorporação da gastronomia à Lei Rouanet, proporcionando incentivos fiscais a quem apoiar projetos relacionados à gastronomia brasileira.

Dessa forma, será possível que empresas e pessoas físicas doem ou patrocinem, com dedução no Imposto de Renda, pesquisas, acervos e publicações relacionadas ao tema. Além disso, esse movimento de estudos e afirmação da gastronomia como cultura permite que ingredientes e receitas sejam descobertos e preservados, como aconteceu na Europa, em que queijos e embutidos, por exemplo, conseguiram sobreviver à imposição sanitária e tornaram-se patrimônio cultural de países como Espanha, França e Itália.

Segundo o site Gastronomia e Cultura, para que o projeto de lei entre em votação são necessárias 1 milhão de assinaturas. Para participar, basta acessar o mesmo site, baixar o pdf, imprimir, assinar e enviar via correio.

Assista o vídeo, visite o site da campanha e participe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 27 de novembro de 2014

Comissão rejeita contratação obrigatória de nutricionista por restaurantes

Imagem: Morguefile

A Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio da Câmara dos Deputados rejeitou, na última quarta-feira (26), o Projeto de Lei 4300/12, do deputado Assis Melo (PCdoB-RS), que obriga estabelecimentos que forneçam mais de 50 refeições por dia a contratar nutricionista. A obrigatoriedade vale para estabelecimentos comerciais e não comerciais.

Pelo texto, o nutricionista deverá planejar, supervisionar e avaliar o preparo dos alimentos, além de promover a educação alimentar dos usuários do estabelecimento. 

Assis Melo argumenta que a população brasileira “está adquirindo sobrepeso ou se tornando obesa em uma velocidade preocupante”.

Porém, o relator, deputado Laercio Oliveira (SD-SE), foi contrário à matéria. Ele argumenta que a Resolução 360/03, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária, já prevê que a responsabilidade técnica pelas atividades de manipulação dos alimentos nos restaurantes seja do proprietário do estabelecimento ou empregado designado, desde que devidamente capacitado, ou seja, submetido a curso de capacitação com conteúdo mínimo acerca de contaminantes alimentares, doenças transmitidas por alimentos, manipulação higiênica dos alimentos e boas práticas.

Na visão do parlamentar, a proposta é “desproporcional e irrazoável”. Ele diz ainda que o texto é inconstitucional, “ao estabelecer uma despropositada reserva de mercado para os nutricionistas”.

Tramitação:
A proposta será agora analisada de forma conclusiva pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Pizzaria cria pizza de abacaxi com barra de chocolate

A Aoki’s pizzaria tem chamado a atenção do Japão e do mundo nas redes sociais. Localizada em Nagoya, esta pizzaria tem anos de tradição no que sabe fazer de melhor: criações inusitadas como opções em seu cardápio.

Entre as inovações, tem a curiosa pizza de batata-doce, a pizza de camarão frito com molho de miso, e também a pizza de frango teriyaki com maionese e alface. Mas nosso post hoje, é dedicado ao último lançamento prometido para o próximo dia 27 de novembro: A Black Thunder pizza. 

Black Thunder pizza - Imagem: Facebook Aoki's

A redonda é uma pizza tradicional que leva queijo e molho, porém o diferencial vem com os acompanhamentos; pedaços de barras de chocolate Black Thunder (chocolate com recheio crocante de biscoito, semelhante a um Kit Kat), e lascas de abacaxi.

Segundo a rede de pizzas, esta não é uma pizza para sobremesa, ela é o prato principal. "A doçura do chocolate e a nitidez do queijo, emparelhado com a acidez do abacaxi, criam um maravilhoso equilíbrio de sabores. Esses sabores ricos e completos fazem uma pizza perfeitamente incrível", completa.

Fontes: Battera
              Foodbeast
              IPC Digital
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Sushi Burguer

A globalização também acontece na gastronomia! A mistura de cozinhas típicas, de diferentes regiões, pode dar origem a pratos interessantes, como esta que selecionamos e apresentamos no vídeo a seguir.

O Sushi Burguer é um sushi adaptado e montado na forma de um hambúrguer. No lugar do pão, leva crispy de arroz, recheado com atum fresco e maionese, tiras finas de pepino, rabanete, wasabi, banhados em um molho shoyo com laranja. E para finalizar, gergelim preto sobre a iguaria!

Assista à preparação do prato, abaixo:


E aí, curtiram a ideia?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Consumação mínima poderá ser proibida no comércio

Imagem Morguefile

Proposta em análise na Câmara dos Deputados proíbe a cobrança de consumação mínima em bares, restaurantes, boates, casas noturnas ou estabelecimentos similares em todo o País.

De acordo com o Projeto de Lei 7953/14, do deputado Sergio Zveiter (PSD-RJ), a informação sobre a proibição deverá estar exposta no estabelecimento em local de fácil visualização.

“A cobrança de consumação mínima é uma prática comum no País. O estabelecimento comercial exige do consumidor um valor mínimo, tendo ele consumido ou não, ou seja, é uma imposição de consumo”, observa Zveiter. “Obrigar o consumidor a pagar antecipadamente por produto que pode não ser consumido é impor um limite quantitativo sem justa causa.”

Atualmente, o Código de Defesa e Proteção do Consumidor (CDC - Lei 8078/90) já proíbe o que se convencionou chamar de “venda casada”, ou seja, a oferta de um produto ou serviço mediante a aquisição, pelo consumidor, de outro produto ou serviço ofertado pelo fornecedor. O CDC também proíbe a imposição ao consumidor, sem justa causa, de quantidades mínimas.

Perda da comanda
O PL 7953/14 estabelece ainda regras para o caso de perda da cartela de consumo, impedindo eventuais multas abusivas. O texto define como abusiva a cobrança de valores que extrapolem duas vezes o valor da entrada e, no caso de venda de refeições a peso, valores maiores do que o equivalente ao consumo de 1 kg de produto comercializado.

O descumprimento da norma, segundo o projeto, sujeitará o infrator às multas previstas no CDC.

Tramitação 
A proposta será analisada conclusivamente pelas comissões de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Pizzaria lança pizza salgada com borda doce

As pizzarias estão apostando cada vez mais em bordas com recheios diferentes. Já publicamos vários posts sobre o assunto. A Pizza Hut é uma rede que investe muito neste conceito, especialmente em seus restaurantes no exterior. 

A novidade da vez é a Star Edge Pizza, criada e oferecida nas unidades na Coreia do Sul. A redonda, que já inova na aparência, tem suas bordas no formato de estrela. Mas o que a torna mais singular é que ela oferece o jantar e sobremesa ao mesmo tempo, e no mesmo pedaço de pizza! 

Imagem: YouTube

A pizza incomum apresenta uma cobertura que inclui salsichas, lula, camarão, bacon e bife, e para terminar, suas bordas vem recheadas com opções doces como maçã e canela com cream cheese, e cranberry com cream cheese. 

Como a maioria das pessoas tendem a comer a fatia de pizza de seu ponto mais estreito para o mais largo, até chegar na borda, esta opção permite que o cliente coma o prato principal e a sobremesa no mesmo pedaço de pizza. 

Confira a novidade nesta propaganda veiculada na TV:


O preço da Star Edge Pizza é de ₩ 28.900 (26,96 dólares), aproximadamente R$ 66,21, para a pequena, e ₩ 34.900 (32,52 dólares), aproximadamente R$ 79,86 para a grande. Apenas para efeito de comparação, a pizza de pepperoni grande da Pizza Hut na Coréia é de ₩ 19.900 won (US$ 18,56), R$ 45,56.

Fontes: Trend Hunter
              First We Feast
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 7 de outubro de 2014

Redes sociais ajudam confeitaria crescer

Inserções no Facebook e Instagram ampliam faturamento de empresária, que investe também em atendimento físico


Imagem: Agência Sebrae

Quem nunca viu em sua timeline no Facebook ou Instagram uma propaganda de roupa, aparelhos eletrônicos e até mesmo de restaurantes? O anúncio, em sua grande maioria, vem de pequenas e médias empresas que usam a ferramenta de baixo custo para divulgar produtos e aproximar-se do público. A pequena empresária Fabíola Ribeiro, de 40 anos, proprietária de uma confeitaria na Cidade Jardim, em Goiânia (GO), conseguiu aumentar o faturamento da empresa e passar de 3 para 17 funcionários em apenas um ano, graças ao trabalho nas redes sociais.

Com a repercussão, Fabíola, que no início vendia tortas, bolos e doces apenas na feira livre, teve que criar a própria feira, na sede da empresa, para atender a nova demanda. Ela garante que as redes sociais, em especial o Facebook, contribuíram para o crescimento. “No Facebook, fiz muitas clientes e estou sempre postando as novidades. Mas tem que saber usar, dar retorno para as pessoas”, explica.

O próximo passo, segundo a empresária, é inaugurar uma torteria no local. Mas garante que não abandona a ferramenta, que é onde também consegue sugestões que ajudam a definir o trabalho da equipe. “Com a torteria, meus clientes podem vim com a família. Vamos ter um cardápio variado e funcionários capacitados para atender. Mas não deixo o Facebook e o Instagram de lado. O pessoal sempre sugere, faz pedido e me ajuda a divulgar os produtos”, garante Fabíola.

Para o especialista em mídias digitais do Ipog (Instituto de Pós-Graduação de Goiás), Leonardo Eloi, as redes sociais possibilitam alcançar o grande público com investimento reduzido. Segundo ele, trata-se de uma ferramenta e um novo método de pensar o negócio, que tem refletido no conceito de pequena empresa. “O que torna uma empresa micro? Sua estrutura? Alcance? Renda? Ainda que haja métodos econômicos que ajudem a distinguir as companhias, é evidente que é necessário repensar a posição das empresas nesse novo contexto”, afirma o professor.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Promoção Balança Elgin

Na hora de investir em equipamentos para o seu restaurante, escolha produtos que ofereçam garantia de qualidade. A escolha fica ainda melhor se você encontrar uma promoção como esta que separamos para os leitores do Tudo Para o Restaurante

Balança Elgin SA-110 por apenas R$ 485,91, à vista!!
Balança Elgin SA-110


Uma das balanças com bateria mais resistentes do mercado, produzida com padrão ISO 9001 que atende aos mais exigentes mercados do mundo, além de tudo é uma Elgin, a marca que você pode confiar.

O melhor custo benefício do mercado, uma balança com bateria por esse preço, você não encontra, ainda mais com a tranqüilidade da força do nome do fabricante Elgin e a garantia em todo o Brasil.

Suas características tornam esse equipamento, um dos melhores do mercado. Devido aos 6 protocolos seriais que a SA-110 possui, torna-se acessível aos equipamentos de automação. 

Tecla de KG/100G que permite a precificação pela unidade mais usual para cada item (ex.: carne por kg e comida a quilo por 100g).

Além disso, a balança com bateria da Elgin, modelo SA-110, possui uma bateria com capacidade para até 140 horas de trabalho, sem que você se preocupe com recarregamento. A Balança com bateria Elgin SA-110 é ideal para utilizar em feiras livres, açougues, padarias, hortifrutis, restaurantes por quilo, principalmente pela sua escala de 2g em 2g, ideal para não perder produto, pois, a cada 2g o produto já é pesado.

Não perca tempo, compre a sua balança com bateria Elgin SA-110, preço especial, garantia de ser Elgin. 

Frete grátis para Sul e Sudeste e 10% de desconto para pagamento à vista.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Quem vende mais de 50 refeições por dia pode ser obrigado a contratar nutricionista

Parecer sobre o projeto de lei que obriga a contratação de nutricionista está pronto para análise na Comissão de Desenvolvimento Econômico; sindicalista afirma que não há profissionais suficientes para os mais de um milhão de bares e restaurantes brasileiros


Divulgação: Agência Brasil
Estabelecimentos que vendem comidas podem ser obrigados a ter nutricionistas em seus quadros de funcionários, para atuar nas atividades de planejamento, supervisão e coordenação da produção de alimentos. É o que propõe projeto do deputado Assis Melo, do PCdoB gaúcho, em tramitação na Câmara dos Deputados (PL 4300/12).

A proposta torna obrigatória a contratação do profissional por estabelecimentos que forneçam mais de 50 refeições por dia. A obrigatoriedade vale para estabelecimentos comerciais e não comerciais.

De acordo com a nutricionista Cristina Berbert, a medida vai melhorar os serviços nesses locais, oferecendo uma comida mais balanceada.

"Tendo um profissional qualificado para isso, ele vai ser responsável pela elaboração do cardápio, então, tudo que vai chegar à mesa do consumidor, vai chegar com mais qualidade, respeitando as quantidades nutricionais de cada alimento, necessidades nutricionais de quem vai consumir."

Já Cleiton Machado, presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares, disse que, se aprovada, a lei não será cumprida porque não há nutricionista para os mais de um milhão de bares e restaurantes no Brasil.

"Além de não ter o número de profissionais, a empresa pequena, de pequeno porte, não tem estrutura financeira de pagar esse profissional. De forma nenhuma. É querer fechar a empresa porque 95% do nosso setor é formado de pequena e microempresa. Então, sabemos que esse pessoal não tem a condição de pagar mais um profissional no volume salarial da remuneração, porque é um profissional desse setor. É o marido, é a mulher, é um parente, eles mesmos que servem, eles mesmo que recolhem, que lavam, então tudo está focado numa estrutura familiar. E quando não é familiar, é muito reduzido, é muito pequena. É restaurante de cinco funcionários."

De acordo com o deputado Assis Melo, o brasileiro vem experimentando mudanças de hábitos com prejuízos à qualidade da alimentação tanto em casa quanto na rua. O texto aguarda votação de parecer da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Rede de fast food troca latas vazias por lanches

As lojas do McDonald’s em Estocolmo, na Suécia, agora aceitam pagamentos em dinheiro, cartão ou latinhas vazias! É isso mesmo, quem não tiver dinheiro para comprar um hambúrguer ou um cheeseburguer na capital sueca, pode pagar entregando 10 latinhas vazias, em uma loja da rede. Se juntar 40 latas, é possível trocá-las por um Big Mac.


Criada pela agência de publicidade DDB, a campanha tem como objetivo incentivar a reciclagem na cidade. Foi pensada principalmente como uma estratégia para limpar os espaços públicos após os inúmeros festivais e concertos de rua que acontecem em Estocolmo. No final destes eventos, o cenário que fica é o de um verdadeiro aterro sanitário. Assim, a idéia é incentivar os participantes a recolherem as latas e entregá-las ao fast food para receberem um lanche

A campanha também é uma alternativa mais econômica para quem está com fome.

Para a ação, foram desenvolvidos outdoors funcionais, que informam sobre a promoção, e disponibilizam grandes sacolas plásticas para que os usuários recolham e armazenem as latinhas para leva-las até à lanchonete.

A promoção é uma ótima opção para incentivar as pessoas a mudarem a forma como enxergam os resíduos recicláveis. Trocar as latinhas por lanches demonstra como um item que iria para o lixo pode ter valor.

A campanha começou neste verão, durante o festival sueco “Storsjoyran” e deve se repetir durante o verão inteiro do ano que vem.

Fontes: Ciclo Vivo
             Mistura Urbana
             Green Me
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Restaurante serve frango frito com chocolate em seu cardápio

Um restaurante dedicado ao frango com chocolate. Já pensou nesta mistura? O Restaurante Choco Chicken pensou, e está fazendo sucesso nos Estados Unidos com esta nova moda.

Imagem: Facebook Choco Chicken
A primeira unidade foi inaugurada em Los Angeles e tem gerado muitos comentários na internet. O prato principal, que serviu de inspiração para o restaurante, é o frango frito com chocolate. A receita consiste em pedaços de frangos banhados em chocolate amargo, que depois são fritos até ficarem bem crocantes e escuros. "O gosto não tem nada a ver com isso. O sabor é incrível", diz Adam Fleischman, um dos fundadores do Choco Chicken.

O chocolate é o item principal no cardápio do estabelecimento, que tem, além do frango frito, o catchup de chocolate, purê de batatas com chocolate branco, batatas fritas temperadas com chocolate, almôndegas de frango recheadas com chocolate, sanduíche de frango com chocolate, repolho e pimentas picantes, entre outras iguarias. Incluindo bebidas e sobremesas feitas de cacau.

Almôndegas de frango recheadas com chocolate (imagem: Facebook)
O restaurante já tem planos de expandir, abrindo uma segunda filial em breve, na cidade de Santa Mônica, também na Califórnia. No próximo ano, a ideia é chegar em Nova York. 

Fontes: Pluma Agroavícola
               BuzzFeed
               Food Beast
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Batata-frita diferenciada para agradar o cliente

Batatas-fritas com catchup são sempre campeões de venda em qualquer lanchonete. A combinação vai bem com lanches, como aperitivo, não tem como negar. Faz sucesso com qualquer faixa etária.

Pensando em agradar o extenso público admirador desta dupla, o KFC da Romênia criou uma maneira de oferecer as fritas, na forma ideal para receber o condimento. As batatas-fritas continuam cortadas em palitos, mas são escavadas para permitir que elas recebam mais molho. O novo centro oco das batatas fritas, oferecido pela rede, cria uma base fundamental para devorar as batatas-fritas com bastante catchup, sem fazer sujeira.

O KFC da Romênia também serve as batatinhas com outras opções de molho, como o molho de alho, curry, salsa, sweet & sour, e churrasco. 

Imagem: KFC
É mais uma tentativa de agradar o cliente! Gostou da ideia?

Fontes: Huffington Post
               Brand Eating
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Precisando equipar seu negócio? Compre tudo para o seu restaurante aqui!


Na hora de comprar equipamentos para seu restaurante, é importante escolhermos um fornecedor que prime pela qualidade, que trabalhe com marcas conhecidas, cumpra prazos de entrega, ofereça bons preços e facilidade nas condições de pagamento. Pensando nisso, o Tudo Para o Restaurante iniciou uma parceria com a Lojas Clima, a maior revendedora de equipamentos para estabelecimentos ligados ao setor de alimentação fora do lar.

Comprando pelo link Lojas Clima Tudo Para o Restaurante, você encontrará a maior variedade de produtos para equipar o seu negócio. Só as melhores marcas e produtos de primeira linha, garantindo sempre o que há de melhor no mercado. São mais de 5.000 itens que você pode comprar a qualquer hora, através do site, sem ter que sair de seu estabelecimento e perder seu tempo valioso.

Atuando há 17 anos no mercado, o cliente da Lojas Clima encontra tudo para o seu bar, restaurante, cozinha industrial, supermercado, açougue, doçaria, pizzaria, lanchonete, buffet, refeitório e até para equipar a área de churrasco de sua residência. E o que é melhor: a entrega dos produtos é feita em todo o Brasil.

É possível encontrar até mesmo aqueles equipamentos que você não consegue encontrar em lugar algum, pois há a possibilidade de encomenda de equipamentos, de acordo com a necessidade do seu estabelecimento.

Não perca mais tempo, quando for fazer compras de equipamentos clique AQUI!!


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 31 de julho de 2014

Rede de pizzarias cria tanque que atira pizzas

É certo que toda a ação de marketing envolve um plano bem elaborado, tendo como objetivo conquistar o seu público, e fazê-lo se encantar com a sua empresa e a ideia que ela quer transmitir. Conhecer o seu cliente é fundamental para uma campanha bem sucedida!

Partindo deste conceito, a Pizza Hut fez uma ação muito criativa, que atinge em cheio o público de um grande evento do qual participou: Desenho animado. A rede de pizzarias participou do Comic-Con, um evento que aborda o universo dos games, revistas em quadrinhos, animações e cultura pop, que aconteceu em San Diego, nos Estados Unidos. E pensando em uma forma inovadora para interagir com as pessoas, a rede entrou em contato com as empresas Synn Labs e Special Effects Unlimited para recriar o tanque das Tartarugas Ninja, que atirava pizzas.

Imagens: Youtube
O veículo foi inspirado no desenho das 4 tartarugas, que era sucesso nas décadas de 80 e 90. O tanque também era brinquedo da criançada na época, como você pode conferir no vídeo abaixo:


Segundo as informações divulgadas, o tanque foi construído utilizando um caminhão Toyota Tacoma, modelo 2002. Possui mais de três metros de altura, aproximadamente dois metros de largura e quase cinco metros de extensão. Adam Sadowski, da Special Effects Unlimited, explicou ao site Truck Yeah que o maior desafio foi encontrar uma forma de disparar as pizzas. Porém, a equipe descobriu um jeito de fazer isso utilizando ar comprimido. 

O dispositivo do caminhão dispara pizzas que podem chegar até nove metros de altura e a uma velocidade de seis metros por segundo. Uma pessoa no interior do veículo abastece o canhão, onde coloca a caixa no dispositivo, que é ativado após pressionar um botão para enviá-la na direção desejada. O canhão pode percorrer um ângulo de aproximadamente 80 graus. 

Até o momento a Pizza Hut ainda não publicou imagens da ação, apenas o vídeo com a montagem do veículo, que você confere abaixo:


Fontes: Tecmundo
               Exame
               Administradores


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 25 de julho de 2014

u.sit, aplicativo de gestão de lista de espera e reservas para restaurantes, ultrapassa meio milhão de pessoas sentadas

Com pouco mais de 1 ano de vida, a empresa carioca u.sit continua sua trajetória de expansão, e acaba de ultrapassar a marca de meio milhão de pessoas sentadas por meio de seus aplicativos e já acumula 8 anos de espera nos locais onde atua. Presente nos principais bares e restaurantes nos Estados de Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Pernambuco, Espírito Santo e no Distrito Federal, a empresa oferece um sistema que permite que o restaurante ou bar gerencie a sua lista de espera com um tablet ou computador e notifique os clientes por SMS quando a mesa está disponível. O cliente pode também acompanhar em tempo real sua posição na lista no próprio celular. O software também gerencia as reservas do estabelecimento e envia lembretes de reservas vigente através de SMS. 

Para acelerar seu plano de expansão, a empresa está fechando sua segunda rodada de investimentos - a primeira foi realizada pelo co-fundador e investidor anjo Bernardo de Barros Franco, membro do grupo de investidores anjo Harvard Angels. Esta nova captação de recursos vai permitir o desenvolvimento de novos produtos e a expansão de seu canal de vendas, inclusive em outros países da América Latina.

A empresa já está em conversas avançadas com diversos Shoppings para a implementação da solução nos restaurantes, reduzindo o volume de pessoas que ficam esperando nas portas dos estabelecimentos, permitindo a mobilidades das mesmas no Shopping. Assim, há maior circulação, os lojistas recebem mais visitas e, consequentemente, aumentam as vendas. As grandes cadeias, como o grupo de restaurante mexicano Si Señor, um dos clientes da u.sit, também conseguem gerenciar remotamente as esperas e reservas de todas as suas casas e ter acesso a uma relevante base de dados de seus clientes, para a gestão do CRM.


Além dos benefícios aos clientes, que ganham mobilidade e transparência na fila de espera, ao usar os módulos da u.sit, o sistema coleta uma série de dados para o restaurante, sobre sua operação e seus frequentadores. Assim, é gerado um banco de informações com dados como: tempo médio de espera por tamanho de mesa, horários com maior índice de cancelamento, clientes recorrentes e aniversariantes do mês. O que permite a melhoria operacional e ainda uma melhor comunicação com os clientes, tornando-os fiéis à marca, já que a experiência é positiva. 

Via: Dino
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 16 de julho de 2014

Máquina automática de sushi para restaurantes

A culinária japonesa faz muito sucesso aqui no Brasil. Tanto que as suas especialidades não ficam restritas apenas aos restaurantes da cozinha nipônica. Sushis, sashimis, entre outras delícias, entraram de vez para os cardápios de restaurantes por quilo, self-service, churrascarias, e até padarias!


Devido a este grande crescimento do mercado de sushi no Brasil e por consequência, o aumento da demanda de sushi-mans, a Sushi Top Shinagawa começou a importar do Japão as máquinas de fazer sushi, também conhecidas como Sushi Robôs. Lá, a fábrica é pioneira na fabricação destas máquinas, que atualmente fazem sucesso em diversos países, presentes em muitas franquias, restaurantes e supermercados espalhados pelo mundo. Os Sushi Robôs vem auxiliando chefs do mundo todo, otimizando a velocidade de produção. Hoje, a grande maioria dos sushi gourmets de Nova Iorque, Tóquio, Sidney e Paris vêm utilizando esta inovação. As máquinas são extremamente fáceis de se operar e de fácil limpeza diária. Todas possuem garantia de 1 ano, peças de reposição e assistência técnica no Brasil. Além disso, são importadas oficialmente, com todos os impostos recolhidos. 

Veja a máquina funcionando no vídeo a seguir:


De acordo com a Sushi Top Shinagawa, as vantagens em utilizar a máquina de sushi são: 
  • Durabilidade: máquinas industriais, com a maior durabilidade do Japão 
  • Padronização; 
  • Velocidade - aumenta até 5 vezes a velocidade de produção, aumentando o faturamento no período de pico do restaurante; 
  • Redução de mão de obra especializada
  • Maior higiene e possibilidade de produção com luvas descartáveis; 
  • Aumento de rentabilidade
A seguir, veja como fica simples preparar os sushis:


Confira a lista de equipamentos disponíveis da Sushi Top Shinagawa :

1. Mobile Sushi Robô (OEM-1):
  • Rápida e compacta e móvel;
  • Ideal para eventos externos;
  • Elabora 1 nigiri a aproximadamente 2 segundos – 1300 por hora;
  • Regulagem de tamanho e gramatura do nigiri;
  • Regulagem da “dureza” do nigiri – podendo regular nigiris macio, médio, duro;
  • Capacidade de até 1,5 kg de shari por produção ( fácil re-carregamento de shari).

2. TSM – 09 – Nigiri Sushi Robô:
  • Rápida e fácil de utilizar;
  • Ideal para restaurantes médios;
  • Elabora 1 nigiri a aproximadamente 2 segundos – 1300 por hora;
  • Regulagem de tamanho e gramatura do nigiri;
  • Regulagem da “dureza” do nigiri – podendo regular nigiris macio, médio, duro;
  • Capacidade de até 3 kg de shari por produção (fácil re-carregamento de shari).

3. TSM – 07 – Nigiri Sushi Robô Automático:
  • Super rápida , máquina mais robusta do Japão;
  • Ideal para restaurantes médios e grandes;
  • Elabora 1 nigiri em menos de 1 segundo! 2800 por hora!
  • Regulagem de tamanho e gramatura do nigiri;
  • Regulagem da “dureza” do nigiri – podendo regular nigiris macio, médio, duro;
  • Capacidade de até 4,5 kg de shari por produção com sistema automático de preenchimento de shari.

4. TSM-900 RS – Robô Impressora de Folha de Arroz para Makisushi:
  • Ultra rápida e máquina de porte industrial;
  • Imprime a folha de arroz pronta para enrolar;
  • Ideal para restaurantes grandes;
  • Máquina industrial de alta capacidade e durabilidade, sem componentes digitais;
  • Regulagem de tamanho e gramatura e dureza da folha de arroz;
  • Imprime o arroz com e sem nori, em 3 tamanhos ( hossomaki, california maki e futomaki); 
  • Imprime até 900 folhas de arroz para enrolar em 1 hora ( 15 folhas arroz por minuto);
  • Capacidade de até 9 kg de shari por produção com sistema automático de preenchimento de shari;

5. TSM-900 RSR – Maki Sushi Robô:
  • Ultra rápida e máquina de porte industrial;
  • Imprime e enrola;
  • Ideal para restaurantes pequenos, médios e grandes;
  • Máquina industrial de alta capacidade e durabilidade, sem componentes digitais;
  • Regulagem de tamanho e gramatura e dureza da folha de arroz;
  • Imprime o arroz com e sem nori, em 3 tamanhos ( hossomaki, california maki e futomaki); 
  • Imprime até 900 folhas de arroz para enrolar em 1 hora ( 15 folhas arroz por minuto);
  • Capacidade de até 9 kg de shari por produção com sistema automático de preenchimento de shari;
  • Enrola até 200 makisushis por minuto ( aproximadamente 4 makisushis por minuto).

6- TK – 2 – Cortador de Maki Sushi
  • Máquina de grande sucesso corta de forma perfeita e padronizada qualquer tipo de enrolados;
  • Corta até 900 enrolados por hora ( 5400 unidades de makisushi por hora);
  • Aumenta em até 10 vezes a velocidade de corte de makisuhis;
  • Inclui 2 conjuntos de facas ( para corte em 6 pedaços e para corte em 8 pedaços);
  • Maquina em inox, totalmente lavável e sem energia elétrica.

7- KS726 – Shari Robot
  • Máquina de resfriamento de shari / misturador de vinagre;
  • Resfria o shari em menos de 7 minutos (12kg em 4 minutos, segundo especificação do fabricante);
  • Operação extremamente simples (colocar o gohan, o tempero e apertar o botão);
  • Rápida para misturar, mantém uma ótima uniformidade e é muito fácil a retirada do arroz.

A nova tecnologia de robôs, trazida pela Shinagawa, está sendo implementada em restaurantes de todo o Brasil. A empresa também oferece planos especiais para montagem de franquias, esteiras rotativas e máquina de esfriar arroz.

Gostou? Para mais informações, visite o site Sushi Top Shinagawa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 11 de julho de 2014

Inovação é o segredo do sucesso de pizzarias

O que faz uma pizza de muçarela ser vendida a R$17,00 e outra do mesmo sabor custar R$50,00? As respostas para essa pergunta estão na qualidade dos ingredientes, no conforto, no bom atendimento dado aos clientes, no uso de inovações e na gestão do estabelecimento, que é responsável por dar status ao nome da empresa e agregar valor ao produto.

Imagem: Arquivo Sebrae

Em 10 de julho, cerca de 15 mil pizzarias brasileiras comemoraram o Dia da Pizza. Esse mercado, liderado pelas pequenas empresas (99% são optantes do Supersimples) movimenta R$ 22 milhões por dia. Para se destacar diante dos concorrentes, é preciso se diferenciar, seja nas receitas, nas embalagens, nos serviços ou no uso de tecnologias.

“A primeira pergunta que o empresário deve responder para analisar seu negócio é a seguinte: por que comprariam da minha empresa e não da concorrência? Uma pizza é facilmente copiada, mas o serviço oferecido pela pizzaria é mais difícil, pois depende de pessoas bem treinadas e de um bom planejamento de marketing”, orienta o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Inovar foi a solução encontrada pela pizzaria Run Sun (Santos – SP) que apostou na tecnologia como ferramenta para aumentar a competitividade e assegurar a sobrevivência no mercado. A empresária Liliana Higushi trocou os cardápios de papel por IPads, por meio dos quais o cliente acessa o menu com 42 variedades de pizzas. “Assim os fregueses podem escolher o que vão consumir, consultar a conta ou mesmo navegar pela internet por meio dos garçons digitais”, ressalta. O restaurante ainda oferece um serviço delivery, utilizando a Hot Box – pequena caixa que pode ser recarregada na energia e a cada três minutos dispara um choque a uma temperatura de 80 ºC. “Esse sistema mantém os pedidos quentes como se tivessem recém saído do forno. Com isso, os clientes que estão em casa podem saborear uma pizza com mesma qualidade do restaurante”, avalia.

Outro exemplo de inovação pode ser encontrado na Tomanik Pizzas (SP). Com 20 anos de atividades, a pizzaria desenvolveu receitas diferenciadas que atraíram novos clientes. A empresa tem uma linha light, com massa integral e recheios com brócolis, escarola, ervilha, palmito, tomate e cebola. “Uma parcela do mercado começou a pedir alimentos mais saudáveis, com fibras de mais fácil digestão. A linha light é um diferencial que encontramos. Também fazemos qualquer receita com massa integral”, conta o proprietário Ricardo Barros, que teve orientação do Sebrae para colocar as mudanças em prática. “O Sebrae sempre foi parceiro. Levamos os problemas para eles e eles nos ajudam a encontrar soluções. Nas palestras, sempre víamos cases de empresas que inovaram e tiveram bons resultados”, acrescenta.

A Holly’s Pizza (SP) procura aliar tradição e inovação. A casa explora receitas consagradas, mas está sempre atenta às novidades. O proprietário Cedric Manzini participou em março de 2014 da missão organizada pelo Sebrae, que levou 41 empresários à Pizza Expo, uma feira em Las Vegas voltada especialmente para pizzarias. “Estamos há 32 anos em atividade, mas precisamos sempre estar atentos às novidades do mercado. Os empresários americanos estão bem à nossa frente. Tivemos a oportunidade de conhecer novas formas de fazer propaganda, marketing e novos equipamentos. Eles têm uma máquina de espalhar molho no disco da pizza, coisas que ainda não temos aqui”, conta o empresário que também é orientado pelo Sebrae.

Já a 1900 Pizzeria, resolveu apostar em qualificação e melhoria dos processos de gestão. O negócio, que começou como uma empresa familiar, controla hoje sete unidades na capital paulista. O empresário Eric Momo, filho do criador da marca, assumiu a gestão da empresa em 2011 e, com o apoio do Sebrae, introduziu o aprimoramento e a renovação dos processos no negócio. “Tínhamos começado a fazer uma expansão sem planejamento. Com o Sebrae, fizemos um plano de negócios, aprendemos a fazer um controle de qualidade e novas formas de nos relacionar com a equipe e com os clientes. Hoje somos uma das casas mais conhecidas da cidade e ganhamos um prêmio como a melhor pizza de São Paulo”, diz o empresário.

Mercado concorrido:

São Paulo concentra 46% das pizzarias do mercado brasileiro. São cerca de sete mil empresas, sendo 3,5 mil somente na capital. O Sebrae vem desenvolvendo no estado uma parceria com a Pizzaria Unidas, associação que reúne empresários do setor, criada em 2002 para fomentar e ajudar as empresas a se destacarem no mercado. O Sebrae deu consultorias aos empresários, apoiou a criação da associação e, desde então, é parceiro das ações realizadas por ela, como o envio de empresários para participar de feiras internacionais para conhecer novas tecnologias e inovações do segmento mundo afora.

Em 2012, a associação e o Sebrae levaram, pela primeira vez, um grupo de 12 empresários à NRA Show, uma das maiores feiras voltadas para bares e restaurantes do mundo, em Chicago. Além da visita à feira, os empresários fizeram visitas técnicas a redes de pizzarias americanas e receberam dicas de layout, inovação, maquinário, gestão, entre outros.

Em 2013 e 2014, os empresários embarcaram em missões para trazer ao Brasil o que há de mais moderno quando o assunto é pizza. Durante quatro dias, eles participaram da Pizza Expo, uma feira em Las Vegas voltada especialmente para pizzarias. A edição de 2014 aconteceu em março e teve a participação de 41 empresários brasileiros de São Paulo, Minas Gerais e Brasília. Depois da feira, a associação organiza um congresso para replicar em diferentes cidades brasileiras a experiência adquirida. Durante as reuniões, os empresários também assistem a palestras sobre a gestão dos estabelecimentos oferecidas pelo Sebrae.

Outras dicas do Sebrae:

1) Pizzarias que não possuem serviço de entrega, devem avaliar a oportunidade e conveniência de oferecer esse serviço;
2) O mesmo vale para empresas que atuam exclusivamente em delivery e que precisam avaliar a conveniência de criar um restaurante;
3) Para pizzarias que já possuem loja e serviço de entrega, deve-se avaliar o que precisa ser melhorado.
4) Em qualquer dos casos, deve-se ter bem claro quem são os clientes atendidos atualmente e o público que se pretende de fato atender.
5) Por que não aproveitar as comemorações, oferecendo o serviço de entrega de KIT aniversário, com pizzas em fatias, refrigerantes e copos descartáveis (comemorações de aniversário em empresas podem sair do tradicional bolos e doces, por exemplo).
6) O mais importante é conciliar a estratégia de atuação da empresa com as inovações propostas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 3 de julho de 2014

Concurso elege melhores pratos de restaurantes por quilo

Cada estabelecimento pode participar com até cinco pratos diferentes e ter a chance de ser premiado como o melhor na categoria


Restaurantes por quilo já podem se inscrever no maior festival gastronômico voltado para este segmento realizado no País. As inscrições da terceira edição do concurso "Melhores Quilos do Brasil" estão abertas e vão até 31 de julho. Visibilidade nacional e reconhecimento do mercado, dos clientes e da imprensa estão em jogo: cada estabelecimento pode participar com até cinco pratos diferentes e ter a chance de ser premiado como o melhor na categoria.

A ação, idealizada pela Unilever Food Solutions, é realizada em parceria com a Abrasel e conta, este ano, com a parceria da Sodexo.

“Nosso objetivo é atuar como valorizadores do trabalho de cozinheiros e estabelecimentos por quilo, que representam a cultura do nosso país ao fazerem parte do dia a dia de milhões de brasileiros. Queremos contribuir para o desenvolvimento desses restaurantes e seus profissionais para que tenhamos um mercado cada vez mais excelente e inovador”, diz Ricardo Marques, vice-presidente da Unilever Food Solutions.

O concurso tem abrangência nacional e três etapas para escolher os melhores pratos de restaurantes por quilo do Brasil: a 1ª por voto popular, com a avaliação de clientes, a 2ª etapa com a avaliação de chefs da Unilever Food Solutions e da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) das receitas dos 10 restaurantes mais votados pelos clientes, quando escolherão os três melhores para a final; e a última etapa, que consistirá em uma visita criteriosa a estes estabelecimentos finalistas, quando os chefes provarão o prato e avaliarão aspectos de infraestrutura, segurança dos alimentos e aparência do restaurante.

Imagem: Morguefile
“O restaurante por quilo é uma invenção dos brasileiros e está presente no dia-a-dia da maior parte da população. Percebemos no 'Melhores Quilos do Brasil' uma oportunidade de valorizá-los, de colocá-los na posição de destaque que merecem”, comenta Paulo Solmucci Junior, presidente executivo da Abrasel. “Os resultados do Concurso em 2013 foram surpreendentes e apostamos que a segunda edição terá um poder de mobilização e transformação dos restaurantes ainda maior. Este ano, além dos pratos, os chefs também farão uma análise da operação do restaurante com foco na segurança dos alimentos. É uma oportunidade de incentivar que estes estabelecimentos adotem melhores práticas”, completa.

A primeira edição do concurso, realizada em 2013 em 16 cidades brasileiras, recebeu um total de mais de 117 mil votos aos 1.032 restaurantes participantes e 3.316 receitas inscritas. Os números surpreendem, mas o “Melhores Quilos do Brasil” tem metas ainda mais ousadas para esta edição. “Queremos ir além do número de participantes e pratos inscritos. Sabemos de toda a dedicação e história por trás de cada cozinheiro e estabelecimento e nosso objetivo é compartilhar a emoção e o trabalho em equipe que existe nos bastidores de todo esse movimento. Cada refeição é um momento de experimentação e acreditamos na força que os restaurantes por quilo têm de contribuir por refeições memoráveis”, diz Ricardo Marques.

“Sermos parceiros da Unilever Food Solutions e da Abrasel neste projeto reforça o compromisso da Sodexo de proporcionar crescimento e desenvolvimento aos seus estabelecimentos credenciados, que atendem a milhões de trabalhadores que fazem suas refeições fora de casa diariamente. Temos certeza de que esta iniciativa gerará visibilidade, novos clientes e mais faturamento para todo o setor de food service no Brasil”, afirma Alberto Weisser, diretor de Estabelecimentos da Sodexo Benefícios e Incentivos.

Assista ao vídeo de divulgação do concurso:
Fonte: Associação Brasileira de Bares e Restaurantes
             Portal Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Cossari Alimentos inova e lança ketchups feitos com frutas tropicais

Um produto inovador, saboroso, saudável e tipicamente brasileiro. Essa é a aposta do grupo Cossari Alimentos com o lançamento de seus dois novos produtos, o GUAVACHUP, ketchup de goiaba e o MANGOCHUP, ketchup de manga. 

Guavachup
Ambos os produtos foram lançados na feira internacional de alimentos SIAL BRAZIL, que  aconteceu no Expo Center Norte, na cidade de São Paulo, até sexta-feira, dia 27 de junho.

Fundada em 1969 como uma empresa familiar, a Cossari Alimentos iniciou a produção em Catanduva, interior de São Paulo, de doces tradicionais brasileiros com a marca Doces Cossari e ao longo dos anos foi criando novos produtos como molhos, antepastos e geleias sob as marcas Bonadoro e Tropis, sendo esta última a marca sob a qual os ketchups foram lançados.

Os produtos levaram 3 anos de desenvolvimento e se constituem como produtos similares ao tradicional ketchup de tomate, porém com o sabor agridoce e exótico de frutas brasileiras. Serão oferecidos em frascos de vidro contendo 340 gramas e podem ser usados em alimentos onde já se usa o tradicional ketchup de tomate. Também serão oferecidos em embalagens com 8Kgs para o segmento de lanchonetes, hotéis e restaurantes.

Segundo Ricardo Cossari, diretor industrial da empresa, são molhos menos ácidos que os ketchups tradicionais de tomate e possuem um alto teor de frutas o que confere um apelo saudável aos produtos.

"A goiaba vermelha é muito rica em licopeno, possuindo duas vezes mais desta substância que o tomate. O licopeno é conhecido por ser um potente antioxidante e é comprovado cientificamente como uma substância que tem a capacidade de auxiliar na prevenção do câncer de próstata. Além disso a goiaba possui um teor de vitamina C superior ao da laranja. Já a manga é rica em alfa e beta-caroteno além de possuir muitas vitaminas e fibras."

Outro grande apelo saudável dos produtos é que eles contêm a metade do sódio dos ketchups tradicionais e são totalmente isentos de conservantes e corantes artificiais, ou seja, são 100% naturais.

Mangochup
Dentre os dois produtos, o MANGOCHUP foi contemplado durante a feira com a premiação SIAL INNOVATION 2014, pois figurou entre os produtos mais inovadores do evento. Segundo Raul Cossari, diretor comercial da empresa, a premiação é um reconhecimento do caráter inovador e da qualidade dos novos produtos.

"Nossa intenção é atender não só ao mercado interno mas também pretendemos atuar em países como Estados Unidos, Canadá, Japão e alguns países da Europa, como França e Reino Unido. Para isso fizemos investimentos em instalações equipadas para um alto volume de produção. A participação e a premiação na feira colocaram os produtos em destaque e nos ajudaram muito nos contatos com futuros parceiros comerciais o que nos permitirá muito em breve fazer o produto chegar ao consumidor final"

Enquanto a empresa alinha o trabalho com novos distribuidores e representantes para abastecer o mercado, a mesma está atendendo diretamente as empresas do ramo hoteleiro e de restaurantes que queiram adquirir o produto na embalagem institucional de 8Kg. As empresas interessadas podem entrar em contato através do email: comercial@tropis.com.br.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Projeto obriga bares e restaurantes a exibir alvará sanitário

A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 6254/13, que obriga os estabelecimentos que vendem alimentos a exibir o alvará sanitário. Pelo texto, da deputada Sandra Rosado (PSB-RN), o documento deve ficar em local de fácil visualização e contendo endereço e telefone da autoridade encarregada da fiscalização.

De acordo com a autora, são crescentes os problemas de saúde decorrentes do consumo de alimentos preparados sem os cuidados básicos de higiene e em desacordo com as exigências das autoridades sanitárias. “Esses fatos são mais comuns em estabelecimentos que funcionam praticamente de forma clandestina, sem os alvarás exigidos pela vigilância sanitária”, acrescenta.

Imagem: Morguefile

Segundo a deputada, sem que o consumidor tenha acesso aos alvarás sanitários de restaurantes, bares e similares, “fica praticamente impossível que faça a escolha pelos serviços que atendam as exigências sanitárias”.

A proposta prevê multa diária para o estabelecimento infrator, a ser definida por legislação específica de âmbito local.

Tramitação
O projeto foi encaminhado para análise conclusiva das comissões de Defesa do Consumidor; de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 10 de junho de 2014

Restaurante francês serve pratos em esteira rolante

Seguindo a moda dos restaurantes japoneses, que funcionam no sistema kaiten sushi, um restaurante francês levou a novidade para o seu salão. Para quem não sabe, kaiten sushi é o conceito em que os pratos do restaurante são disponibilizados em esteiras rolantes para o cliente se servir. O significado de "kaiten" é rolamento em japonês. O sistema virou mania em Tóquio, Londres, Nova York, Sidney, e também faz sucesso aqui no Brasil.

Bem, isso é exatamente o que o restaurante Medi Terra Nea decidiu fazer. Seus clientes podem desfrutar de uma esteira de cozinha francesa de qualidade em um restaurante localizado em Paris! O chef foi treinado pelo famoso Joël Robuchon, uma potência no mundo gourmet.

O sistema é muito simples: os clientes podem se servir de qualquer prato que estiver desfilando na esteira. Ficam disponíveis na esteira opções de aperitivos e sobremesas. Em cada prato, há um cartão anexado com o nome, descrição e preço do item. Depois de pegar seu prato, o cartão é colocado em um balde que fica em cima da mesa. No final da refeição, um funcionário soma os cartões depositados no balde para calcular o total da conta

Imagem: YouTube

Veja como funciona o restaurante, no vídeo a seguir:


Fontes: Food Beast
                Rocket News 24
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 3 de junho de 2014

Pizzaria cria mecanismo que promete entregar pizzas intactas no delivery

Quando o cliente escolhe o serviço de delivery ao invés de ir pessoalmente ao restaurante, ele quer receber o produto com a mesma qualidade oferecida no salão do estabelecimento, mas estando no conforto de sua casa. No entanto, ao receber o seu pedido, o cliente muitas vezes encontra a sua refeição amontoada em um canto da caixa de entrega, com uma apresentação bem diferente e decepcionante.

Preocupada com este problema, uma loja brasileira da rede Domino's se uniu a Artplan, e juntas desenvolveram o Domino’s Steady Pizza, um mecanismo que permite que a pizza fique estabilizada independente do movimento que a moto fizer durante o trânsito. O motoqueiro pode fazer curvas, subir ou descer ladeiras, mas a pizza ficará praticamente intacta!
  
Imagem: YouTube
O Steady Pizza parece uma bola localizada no compartimento de carga da moto do entregador. Essa bola reduz o espaço para as pizzas, diminuindo assim o impacto com as laterais do compartimento de delivery

A Domino's criou um site para apresentar a novidade, que você pode conferir clicando aqui.

No vídeo a seguir você pode conferir a ideia, que em breve estará circulando pelas ruas:


Fontes: Update or Die!
               Tecmundo

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 29 de maio de 2014

Papel de bandeja vira campo de futebol em rede de fast-food

Em época de Copa do Mundo no Brasil, uma rede de fast-food inova ao oferecer uma experiência diferente para seus clientes: um jogo que transforma o papel de bandeja em um campo de futebol virtual, integrado com um smartphone.

Imagem: YouTube

A ideia da rede Giraffas proporciona uma mistura de um jogo físico com o virtual, fazendo do cliente que está jogando um atacante de uma partida de futebol, e o celular assume o papel do gol e do goleiro. O game mobile é chamado de "GiraGol", e para iniciar a partida, o cliente deve rasgar a aba destacável do fundo de bandeja, e fazer uma bolinha de papel. Então, basta usar os dedos para “chutar” a bola para o "gol". Aí a bola é projetada para dentro da tela do celular, onde cai nas mãos do goleiro, ou bate direto na "rede".

O “GiraGol” pode ser jogado individualmente ou em dupla. Para jogar com um amigo, é necessário conectar dois celulares através do Bluetooth. Enquanto um jogador chuta, o outro é responsável por escolher previamente o local de defesa do goleiro. Em seguida os papéis se alternam. Se quiserem, os jogadores também podem compartilhar suas performances nas redes sociais.

O papel de bandeja traz os dados para o download do aplicativo e a forma correta de utilizá-lo. A rede Giraffas ainda disponibiliza a imagem do campinho de futebol para impressão em suas páginas, no Facebook e Twitter, para que o jogo possa ser utilizado pelos consumidores em qualquer lugar.

Uma boa ideia para explorar o principal evento mundial de futebol para divulgar a marca, não é mesmo?

Confira a seguir o vídeo da campanha:


Fonte: Administradores
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 19 de maio de 2014

Copa inspira cardápios em bares e restaurantes do Paraná

A Copa do Mundo de 2014 serve de inspiração para a gastronomia. Em Curitiba (PR), uma “seleção de brownies” está escalada para entrar em campo. O objetivo é aproveitar o aquecimento da economia: a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes no Paraná (Abrasel-PR) projeta um aumento de R$ 240 milhões em movimentação financeira no setor de alimentação no estado entre maio e julho, principalmente nas cidades do litoral, Foz de Iguaçu e Curitiba.
Animada com a presença de turistas na capital paranaense, a Brownieria Fantástica desenvolveu um cardápio com ingredientes típicos de alguns dos países participantes do torneio. Para homenagear a seleção brasileira, por exemplo, os ingredientes escolhidos foram amendoim torrado e melado de cana. A inspiração é o tradicional doce pé de moleque.

Imagem: Morguefile
“O nutella virou Itália, país de origem da famosa pasta de avelã com chocolate. Para a Alemanha, demos destaque para o brownie de maçã com canela, inspirado nas cucas alemãs quentinhas feitas pelas vovós. A Suíça tem um brownie inspirado em um chocolate suíço, o famoso Toblerone. O Japão ficou com o brownie de gengibre e especiarias do Oriente. E a Bélgica tem um com gotas de chocolate belga”, detalha a chef Andressa Schmidt.

Segundo ela, se for levada em conta a preferência do público, a Itália é a campeã. “Itália é (o brownie) favorito do público”, garante. Outra estreia no cardápio é o brownie preparado com favas de baunilha de Madagascar, escalado para homenagear o México, adversário do Brasil na primeira fase da Copa. Já o brownie com vinho do Porto representa Portugal. 

A Brownieria Fantástica fica localizada no bairro do Batel, região próxima da Arena da Baixada, estádio que receberá quatro jogos do Mundial. Por conta disso, Andressa estima um aumento de 20% nos lucros durante o período em que cidade vai receber as partidas válidas pela primeira fase da Copa.

Também em Curitiba, o restaurante 4sí Brasserie, comandado pela chef Manu Buffara, contará com petiscos especiais, baseados na cultura gastronômica dos países que estão no mesmo grupo do Brasil no Mundial. “A Copa do Mundo será um período para celebrarmos a união dos povos. No campo, seremos adversários, mas fora dele teremos uma grande oportunidade para conhecermos as mais variadas culturas. Vamos trazer para o nosso público, delícias inspiradas na gastronomia dos países que irão enfrentar o Brasil. Será um show de sabores”, conta a chef.

A escalação do cardápio está definida. Brasil: bolinho de arroz, bolinho de doce de abóbora, misturadinho e queijo coalho. Camarões: bolinho de siri, manjubinha com fritas e bolinho de carne com banana. México: chili com nachos e queijo cheddar, tacos de carne e frango, bolinho mexicano com guacamole e sour cream. Croácia: sarmas (rolinho de repolho recheado com legumes e carne), batata assada com linguiça de cordeiro e pepino picante com pão tipo croata.

Planejamento:

De acordo com a Abrasel-PR, o aumento previsto de R$ 240 milhões na movimentação financeira do setor de alimentação no Paraná será fruto do planejamento feito antes do torneio. “Houve preparação, treinamento de colaboradores, planejamento e investimentos para receber turistas brasileiros e estrangeiros”, lembra Marcelo Woellner Pereira, presidente da associação.

Além de cursos gratuitos para garçons e bartenders, voltados para a Copa 2014, os estabelecimentos estão adequando seus cardápios. A Abrasel-PR orienta os bares e restaurantes a traduzirem seus cardápios para até sete línguas. Pereira lembra que a qualidade dos serviços terá de ser compatível ao nível de exigência dos turistas. Segundo o Ministério do Turismo, cerca de 500 mil pessoas visitarão Curitiba durante a Copa: 100 mil estrangeiros e 400 mil brasileiros.

A diretor-executivo da Abrasel-PR, Luciano Bartolomeu, também aposta nos preços menos salgados apresentados pelo setor no Paraná. “Dentre as cidades-sede, somos a que apresenta os preços mais convidativos no segmento”, garante Bartolomeu. De acordo com entidades do trade turístico paranaense, os preços dos restaurantes curitibanos chegam a ser 30% mais baratos do que os praticados em outras cidades que irão receber o Mundial.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 6 de maio de 2014

Restaurante não produz lixo há dois anos

Alguns restaurantes produzem cerca de oito litros de resíduos por hora. Acreditando que este número é um desperdício absurdo, um restaurante localizado em Chicago, EUA, elaborou um plano de sustentabilidade, que levou este estabelecimento a produzir esta mesma quantidade de lixo em inacreditáveis dois anos!

Imagem: YouTube

É isto mesmo, há quase dois anos o Sandwich Me In não esvazia as suas lixeiras. O responsável pelo feito é o proprietário, Justin Vraney, que abriu sua lanchonete com o objetivo de que o local para alimentação rápida tivesse desperdício zero. Para isso, o restaurante funciona com energia sustentável e recorre a diversas alternativas sustentáveis. Os ingredientes são provenientes de produtores locais, e utilizam o mínimo de plástico e papel possível. 

Todos os resíduos produzidos pelo restaurante, como os restos de comida e o óleo de fritar, são reutilizados ou reaproveitados de outras formas. As sobras de salada tornam-se matéria-prima para hambúrgueres vegetarianos, por exemplo. Os alimentos que não podem ser reaproveitados são doados para fazendeiros alimentarem seus animais. “Pratico os cinco ‘R’", comenta Vraney, referindo-se à redução, reutilização, reciclagem, aos quais ele ainda adiciona “rejeição” e “reaproveitamento”.

Boa parte do lixo descartado no restaurante é resultado dos restos trazidos de fora pelos clientes, como copos descartáveis de café. A história é tão incrível que a NationSwell, uma empresa de mídia digital que conta histórias inspiradoras de norte-americanos, decidiu colocá-la em um vídeo, que você pode ver, a seguir:


Quanto ao único saco de lixo produzido pelo restaurante, ele foi doado a um artista plástico que o usará em uma nova obra, desta maneira, nada acaba no lixo.

Fontes: Green Savers
               Revista PEGN


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 29 de abril de 2014

Garfo que libera aromas pode mudar e revolucionar o sabor das refeições

O mundo da gastronomia está sempre inovando e renovando, seja em pratos, em sabores, em ingredientes e suas diversas combinações. E pelo visto, inova até em um simples talher, como um garfo!

A empresa canadense Molecule-R Flavors, especializada em produtos para a gastronomia molecular, lançou um garfo que libera aromas. Chamado "Aroma Fork", o garfo visa criar uma experiência diferente ao degustar um prato, "fazendo um truque" com a sua mente através do olfato e do paladar. O nosso paladar consegue detectar cinco sabores: doce, azedo, salgado, amargo e umami. Já o nosso olfato pode sentir cerca de um trilhão de cheiros. Desta forma, o garfo faz o nosso cérebro trabalhar em dobro, tentando identificar os sabores e aromas.

Imagem: YouTube
A novidade funciona da seguinte maneira: Uma cápsula de aroma líquido fica sob o cabo do garfo, juntamente a um papel de difusão, e exala o cheiro de um perfume a cada mordida, gradualmente, durante a refeição. O "Aroma Fork" vem em um kit composto por quatro garfos, 21 aromas, quatro conta-gotas, que são usados para adicionar os aromas no dispositivo das costas do garfo, e 50 papéis de difusão. As opções de aromas são bem diversificadas, como o de chocolate, maracujá, lichia, baunilha, manjericão, hortelã, wasabi, e até de fumaça!

"A ideia inicial era de reinventar o garfo tradicional, apresentar um utensílio que enganaria a mente das pessoas, liberando um intenso fluxo de aromas, mas logo percebemos que o Aroma Fork também poderia se tornar a ferramenta educacional perfeita para aprender a apreciar melhor comida", diz Jonathan Coutu, presidente da Molecule-R Flavors, que atua há 5 anos com soluções que possibilitam aos cozinheiros profissionais e amadores se aventurarem na cozinha, montando pratos que mais parecem experimentos científicos.

A seguir, um vídeo apresenta a novidade:

 

De acordo com o site Springwise, a Molecule-R Flavors está iniciando a pré-venda dos garfos, e as entregas estão previstas para julho deste ano, pelo preço de C$58,95 (dólar canadense), que equivale a cerca de R$120,00.

Fontes: Huffington Post
             Estadão PME
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...