quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Ação do Burger King testa lealdade dos fãs oferecendo Big Mac grátis


Distribuir o produto do seu principal concorrente de graça parece uma estratégia suicida, mas o Burger King da Noruega ousou esta ação arriscada. Com o objetivo de testar a lealdade de seus fãs, a rede de fast-food ofereceu a eles, no Facebook, a oportunidade de ganhar um Big Mac grátis. Porém, quem optasse por receber este brinde, nunca mais poderia curtir a nova fanpage do Burger King, que é feita exclusivamente para quem não troca um Whopper por nada!

Quem escolhia o lanche do concorrente recebia um "vale Big Mac" em casa, juntamente com uma carta de despedida. O resultado foi que, dos 38 mil fãs que curtiam a página, 30 mil deixaram de seguir a marca na rede social. Os outros 8.481 são os fãs verdadeiramente fiéis, que não trocam o Whopper por nenhum outro sanduíche.

De acordo com o Burger King, a nova base de fãs é composta por pessoas mais engajadas com a rede, que interagem de forma mais positiva, quintuplicando os resultados na rede social. Ou seja, um verdadeiro fã!

A seguir, confira o vídeo de divulgação da ação, que foi planejada pela DIST Creative:


Fonte: Blue Bus
           Ad News
           Creativity Online
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

Sebrae lança série com dicas para empresários faturarem na Copa do Mundo

Pensando na Copa do Mundo de 2014, o Sebrae produziu uma série com oito programas mostrando casos de sucesso de empresas que estão se preparando para os grandes eventos que o Brasil receberá. 

O programa, chamado Curta Sebrae, apresenta diversas dicas dedicadas aos segmentos de Hotéis e de Bares e Restaurantes. Como é o caso da Confeitaria Dona Inês, de Porto Alegre (RS), e da Cafeteria A Sinhazinha, de Fortaleza (CE). Nos episódios, os próprios empresários, todos apoiados pelo Sebrae, falam de sua qualificação e dão declarações sobre como tornaram seus estabelecimentos mais competitivos

Segundo o gerente de Comércio e Serviços do Sebrae, Juarez de Paula, o objetivo da série Curta Sebrae é mostrar que a inovação está acessível aos pequenos negócios. “Muitas vezes, inovar se associa a detalhes capazes de fazer a diferença e conquistar os clientes, conforme atestam os participantes desses vídeos”, observou.

A ideia é identificar e propagar boas práticas para os empreendimentos de pequeno porte que queiram também aproveitar as oportunidades que surgirão com a Copa do Mundo. “Queremos mostrar ao empresário exemplos simples e empreendedores para que ele possa ter mais competitividade e qualidade para o seu hotel, bar ou restaurante", esclarece Juarez. 

São três produções dedicadas exclusivamente ao segmento de bares e restaurantes. A seguir, você pode conferir o curta que apresenta o caso do Restaurante Tambaqui de Banda, no Amazonas:

Todos tem uma duração média de 4 minutos, e estão disponíveis no YouTube. Não deixe de assistir!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 21 de novembro de 2013

Casa de chá cria chás inaláveis

A inovação também chegou às casas de chá! Seguindo a onda dos bares de oxigênio e de narguilé, uma casa de chá em Londres criou um "Salão de Chá respirável". 

A instalação permite aos clientes provarem alguns dos chás "premiados" da loja, em forma de vapor. É isso mesmo, em vez de oferecer a bebida em sua forma líquida e original, o Camellia's Tea House incentiva as pessoas a inalar a sua bebida quente. Isso porque os chás são vaporizados para proporcionar uma experiência única e divertida.

O chá é servido em xícaras e os visitantes o inalam através de um canudo.

Entre as opções de sabor, a casa de chá oferece as versões antiviral, e outra para deixar a pele mais bonita.

Confira no vídeo a seguir:


Fontes: Notcot
              Food Beast
              Trend Hunter
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

Frente de Bares e Restaurantes quer mostrar realidade do setor

Cerca de 60 projetos de lei tramitam no Congresso e afetam diretamente o setor de bares e restaurantes

Foi oficialmente instalada nesta quarta-feira (6) a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Setor de Alimentação Fora do Lar, Bares e Restaurantes, que terá como objetivo inicial mostrar aos parlamentares a realidade do segmento econômico. Responsável por 2,4% do Produto Interno Bruto (PIB) do País, o setor tem um milhão de empresas registradas e gera seis milhões de empregos diretos.

O deputado Jerônimo Goergen (PP-RS) - indicado para presidir o grupo - destacou que o primeiro grande desafio é estabelecer um ambiente mais competitivo para as empresas do ramo. Segundo o parlamentar, a elevada carga tributária que incide sobre o setor – estimada em 32% –, representa um obstáculo à legalização de milhares de estabelecimentos.

Segundo o presidente executivo da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci Júnior, a frente será uma oportunidade para mostrar as características desse universo, marcado pela capilaridade e heterogeneidade. “Muitas vezes se legisla olhando para a grande empresa e não se dá conta que temos 800 mil estabelecimentos que faturam menos de R$ 10 mil por mês. É essa realidade que queremos mostrar para o legislador, sendo chamados na hora de discutir os projetos que estão na pauta do Congresso”, disse o dirigente.

Propostas
Goergen acredita que uma das prioridades é regulamentar a gorjeta. Existem dois projetos sobre o assunto no Congresso, um na Câmara (PL 252/07) e outro no Senado (PLC 57/10). 

Para o deputado, essa regulamentação precisar vir acompanhada da desoneração da folha de pagamento, já que a incorporação do ganho extra ao salário do garçom trará um impacto significativo no pagamento do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “Nós queremos fortalecer a relação do profissional garçom, mas não [queremos] onerar o segmento gerador de emprego”, explicou. A proposta já está sendo negociada com o Ministério da Fazenda.

Ao todo, cerca de 60 projetos de lei tramitam no Congresso e afetam diretamente o setor de bares e restaurantes nas áreas fiscal, tributária, trabalhista e na relação com outras empresas.

Composição
Veja quem são os parlamentares que integram a nova frente:
Presidente – deputado Jerônimo Goergen (PP-RS);
1º vice-presidente – deputado Márcio França (PSB-SP);
2º vice-presidente – deputado Alex Canziani (PTB-PR);
Secretário-geral – deputado Efrain Filho (DEM-PB);
Secretário-geral Adjunto – deputado Ricardo Berzoini (PT-SP);
Coordenador-geral – deputado Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG);
Coordenadores regionais: 
Norte – deputada Marinha Raupp (PMDB-RO);
Nordeste – deputado Maurício Quintela Lessa (PR-AL);
Sudeste – senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES);
Sul – deputado Jorginho Melo (PR-SC);
Centro-Oeste – deputado Eliene Lima (PSD-MT).

Íntegra da proposta:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Seguridade rejeita aposentadoria especial para garçom

Proposta ainda será analisada por outras comissões e pelo Plenário.

A Comissão de Seguridade Social e Família rejeitou, nesta quarta-feira (23), o Projeto de Lei Complementar 201/12, do Senado, que concede aposentadoria especial para garçons, maîtres, cozinheiros de bar ou restaurante e confeiteiros. Também foi rejeitado um projeto que tramitava em conjunto (PLP 450/09), de conteúdo semelhante ao do original.

Conforme o PLP 201/12, a aposentadoria desses profissionais deve ocorrer após 25 anos de contribuição. Atualmente, a Lei de Benefícios Previdenciários (8.213/91) estabelece aposentadoria especial para trabalhadores expostos a agentes químicos, físicos ou biológicos nocivos à saúde. Essa aposentadoria tem três níveis, de acordo com o risco de acidente, desde 25 anos de contribuição para quem for exposto a agentes de risco leve até 15 anos para casos de risco grave. A regra geral de aposentadoria exige 35 anos para homens e 30 para mulheres.

“Retrocesso”:
O relator na comissão, deputado Dr. Rosinha, defendeu a derrubada da matéria. “A medida pretendida representa um retrocesso ao conceito de aposentadoria especial, pois concede o benefício tendo como parâmetro a profissão e não a exposição a agentes nocivos”, argumentou.

Segundo o parlamentar, as justificativas do projeto para conceder a aposentadoria especial, como o tempo de permanência dos garçons em pé e a exposição à temperatura, não são suficientes para o benefício. Dr. Rosinha lembrou que trabalhadores da construção civil, catadores de papel e seguranças, por exemplo, não têm direito a aposentadoria especial.

Contribuição:
A proposta também prevê acréscimo de 1% na contribuição das empresas para o equilíbrio das contas da Previdência Social. A Lei de Custeio da Previdência (8.212/91) estabelece adicional de 1% a 3% para as companhias custearem a aposentadoria especial, conforme a gravidade do risco de exposição da atividade realizada pelo trabalhador.

Para Dr. Rosinha, no entanto, a medida faria o restaurante, por exemplo, pagar o adicional para todos os funcionários, incluindo caixas e funcionários administrativos, uma vez que a alíquota está vinculada à empresa e não ao trabalhador.

Tramitação:
O projeto ainda será analisado pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania; e pelo Plenário. Como tramita em regime de urgência, os pareceres das comissões poderão ser apresentados diretamente no Plenário. O texto foi aprovado em agosto pela Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público.

Íntegra da proposta:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Cafeteria vende café pelo Twitter

A rede Starbucks desenvolveu mais um canal para vender os seus tradicionais cafezinhos: o Twitter. Através do programa “Tweet a Coffee”, a cafeteria norte-americana oferece aos seus clientes que utilizam o microblog a possibilidade de comprar um café para seus amigos, com uma única menção no Twitter. Basta enviar um tweet para o perfil @tweetacoffee, citando o @ de quem será presenteado. 

O presenteado com o café recebe um cupom digital no valor de US$ 5,00, que pode ser utilizado ao ser apresentado em qualquer uma das lojas da rede Starbucks nos EUA.

Para utilizar o serviço, é necessário também que o cliente conecte suas contas do Starbucks e do Twitter, além de possuir um cartão de crédito para usar a ferramenta.

Confira o vídeo que divulga a ação:


Fontes: Meio e Mensagem
              Exame
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 24 de outubro de 2013

Coquetel de Pizza

A pizza é um prato cheio para invenções! É uma mais diferente que a outra... Dá para criar no recheio, nas bordas, na massa e até nas caixas, como já mostramos diversas vezes em nossos posts! Mas alguém já pensou em uma bebida de pizza?!

O bistrô Trattoria Neapolis, sim! Localizado em Pasadena, Los Angeles, este tradicional restaurante italiano desenvolveu um coquetel de pizza para celebrar o mês de outubro, que nos EUA é considerado o "Mês da Pizza".

Coquetel de pizza (Foto Reprodução/ LA Weekly: Chris Jolly)

O restaurante é bastante tradicional, dá tanta importância à autenticidade, que mandou vir o forno à lenha da cozinha diretamente de Nápoles, na Itália. Mas a casa soube inovar, pois o "Pizza Cocktail" é pra lá de criativo. O coquetel de pizza leva em sua composição básica molho de tomate, dois tipos de vodka, infusão de manjericão e pimenta, funghi porcini, coberto com uma espuma de parmesão e mussarela. Segundo o site LA Weekly, os ingredientes podem ser mudados de acordo com o gosto do cliente

Ao transformar um alimento sólido em bebida, a pizzaria surpreendeu os clientes com esta curiosa mistura culinária. Segundo o restaurante, o coquetel é perfeito para acompanhar uma fatia de pizza. 

A bebida que poderia ser chamada "Bloody Mario" ficou disponível durante um mês, no menu do restaurante. 

Fontes: LA Weekly
             Food Beast
             MSN
             TVI24
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Aumentar o ticket médio requer criatividade e inovação

Uma ferramenta adequada para que os empresários de micro e pequenas empresas consigam mensurar a eficiência do negócio é o ticket médio, que consiste na equação: o valor total de vendas dividido pelo número total de clientes atendidos (em determinado período). Se uma loja vendeu R$ 30 mil em produtos, em um mês, para mil clientes, então o ticket médio dela é de R$ 30.

O resultado é importante porque ajuda a mensurar a lucratividade da empresa e a sinalizar oportunidades de aumentá-la. Se a loja acima conseguir, com a mesma estrutura, vender R$ 3 a mais para cada cliente do mesmo grupo de mil, terá R$ 33 mil em vendas: um acréscimo de R$ 3 mil.

Aumentar o ticket médio é fazer o mesmo grupo de clientes comprar mais. Para isso, é preciso chamar a atenção, fazendo-os, por exemplo, levar produtos em que nem pensavam quando entraram no estabelecimento. “Quando o cliente entra na loja só compra o que deseja? É possível, mas mercadorias, serviços e promoções dispostos de maneira equilibrada tendem a elevar o valor médio das vendas”, explica Salvador Serrato, consultor do Sebrae-SP.

Mariana Krueger Perossi é dona do restaurante Pirapora, um self-service localizado na Vila Mariana. Nos três primeiros meses investiu na melhoria da comida e do ambiente. Em seguida, adotou formas de vender mais. Graças às mudanças, hoje possui o dobro de clientes. Ela aumentou a variedade de pratos e sobremesas, criou cartão fidelidade (a cada 15 refeições uma é grátis) e fez convênios com empresas próximas para desconto no almoço dos funcionários. “Essas inovações precisam ser constantes, porque é uma forma de se diferenciar, senão, as pessoas enjoam da comida e do ambiente”, conta. 

O atendimento é fundamental nesse processo. A equipe deve conhecer muito bem o público e os produtos, além de ter afinidade com a estratégia da empresa. “A equipe deve ser orientada adequadamente e ser estimulada a se empenhar para superar as necessidades dos clientes. Para isso, pode-se usar, por exemplo, um bônus variável ligado ao aumento do ticket médio”, diz Serrato.


Avaliação constante

Para vender mais não se deve adotar a prática de “empurrar” produtos e serviços aos clientes. Uma atitude inconveniente causa uma imagem ruim da empresa. O ideal é apresentar complementos para o que o cliente veio comprar a princípio, oferecer oportunidades e benefícios, e não forçar a situação para que leve um produto “na marra”.

Se o ticket médio não for favorável, algo não está funcionando bem. Nesta situação, é preciso repensar o que está sendo feito, visando perceber as reais necessidades do cliente, rever a formação de mix de produtos oferecidos e avaliar como a equipe está trabalhando. “Uma forma de checar a eficiência da empresa é apurar os resultados, identificando se a lucratividade alcançada é a desejada, se não for, deve reavaliar o planejamento e as ações. É preciso haver um monitoramento constante para identificar possíveis itens a serem revistos ou melhorados”, orienta Serrato.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Pizza cookie é novidade em pizzaria

Aumentar o ticket médio de um restaurante requer criatividade e inovação. E investir nas sobremesas é sempre uma boa opção para fazer os clientes comprarem mais, e por consequência aumentar a lucratividade de um restaurante.

E olha que ideia legal a da rede de pizzarias norte-americana Papa John's: Eles criaram a "Papa John's Mega Chocolate Chip Cookie", uma sobremesa em forma de pizza, que na verdade é um cookie tamanho família. O enorme cookie, cheio de gotas de chocolate, é assado nos fornos de pizza, e vem cortado em 8 fatias, assim como a redonda. 

Imagem Facebook Papa John's
A nova sobremesa custa US$ 5,00 se comprada junto com qualquer outra pizza da rede.

"Estamos entusiasmados em oferecer esta nova sobremesa", disse John Schnatter, fundador, presidente e CEO da Papa John's. "Papa John's Mega Chocolate Chip Cookie é uma excelente opção de sobremesa que irá satisfazer aos amantes de cookie", disse ao site Restaurant News.

Com sede em Kentucky, EUA, a rede Papa John's é a terceira maior empresa de entrega de pizzas do mundo. 

Fontes: Brand Eating
            Restaurant News
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Hambúrguer de macarrão instantâneo em restaurantes

Quem diria... Além de ficar conhecido como "salvar" muita gente da fome por ser prático e rápido, o macarrão instantâneo virou ingrediente de sanduíche!

A criação surgiu na feira gastronômica de Smorgasburg, em New York, nos EUA, e caiu no gosto do público, que ficou em longas filas esperando a oportunidade de saborear a invenção. O "Ramen Burger", como é chamado, é montado em macarrão cozido, levemente tostado e compactado no formato de pão. Para incrementar, o sanduíche leva hambúrguer de carne bovina, salada, além do queijo cheddar e molho teryaki como ingredientes opcionais. 

Imagem reprodução

O criador do hambúrguer é Keizo Shimamoto, e ele planeja abrir um restaurante para oferecer a sua criação que foi um sucesso de vendas na feira. Os 150 sanduíches preparados para o evento acabaram em um piscar de olhos! Com este resultado positivo, alguns restaurantes estão apostando na novidade, e testando em seus cardápios para conferir a reação dos clientes. 

Em New York, o restaurante Dassara está servindo o lanche em quantidades limitadas, de 14 de setembro até 15 de outubro. Aqui no Brasil, o restaurante Astolpho Burger Gourmet & Tartares, localizado em São Paulo, também surpreendeu seus clientes oferecendo a sua versão do ramen burger. A iguaria que foi servida durante um final de semana, levava dois discos de miojo tostado, 200 gramas de hambúrguer, queijo gruyère, mix de cogumelos, alface frisé e cebola. Vendidos a R$ 29,00 cada um.

Fontes:Eater
           Mega Curioso
           Huffington Post
           VejaSP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Pipocas gourmet são tendência em restaurantes

O mundo gastronômico tem uma nova estrela: a pipoca! Elas saíram das salas de cinema e estão invadindo os cardápios de bares e restaurantes, em todos os continentes. Com roupagens turbinadas e bem variadas, elas estão surpreendendo o paladar do público, combinadas com temperos e acompanhamentos super diferentes.


Flor de sal, pimentas mexicanas, curry, cheddar e até a brasileiríssima paçoca são exemplos de ingredientes que elevaram a pipoca ao patamar de "snack gourmet". 

Segundo Staffan Terje, chef-proprietário do Perbacco Ristorante, em São Francisco, a pipoca é um excelente ingrediente para a combinação de sabores, sendo mais neutra que as batatas-fritas, tortillas chips e nozes. 

Segundo o site Animale, o precursor das pipocas gourmet foi o pâtissier Pierre Hermé, que incluiu três versões adocicadas no menu de sua casa parisiense. Mas hoje, existem várias empresas diferentes que disponibilizam combinações bastante inusitadas, aos seus clientes. Uptown Popcorn, Lé Popcorn, Kukuruza Gourmet Popcorn, Garrett Popcorn, são algumas lojas especializadas na iguaria, que oferecem opções como:

  • Pimenta e queijo
  • Cheesecake de morango
  • Sweet & Spicy churrasco
  • Buffalo Ranch
  • Chocolate Toffee Almond
  • Maçã verde
  • Bubble Gum

A Populance, localizada em Nova York, oferece sete sabores, inclusive alguns feitos em parceria com uma vinícola neo zelandesa, e a possibilidade do cliente criar sua própria combinação.

Em Las Vegas, os três amigos Oliver Morowati, Zelma Watsubo e Jean Francois Chavanel, utilizaram o nitrogênio líquido, uma ferramenta típica do arsenal de chefs, para criar a pipoca frozen. A idéia para o deleite nasceu de experimentações. "Existem muitos bons restaurantes que usam nitrogênio líquido", disse Chavanel. "A ideia era encontrar um produto para usar com o nitrogênio que todos pudessem apreciar". Os amigos decidiram então abrir um negócio para vender a novidade. Encontraram um ponto em um shopping center e abriram a sua loja de Pipoca Gourmet, a Popped Gourmet Popcorn.

Eles oferecem diferentes opções de pipoca a cada dia, que vai desde pipoca com queijo até um mix de pipoca doce.

O milho congelado assume uma textura diferente. Além de fria, a pipoca é crocante, e os gases presos no núcleo são forçados para fora durante a alimentação, criando uma sensação borbulhante na boca. "A parte divertida é que a maioria das pessoas nunca experimentou algo assim. É novidade", disse Watsubo. 

O petisco especial começa a desembarcar no Brasil, especialmente no eixo São Paulo-Brasília. De acordo com o Animale, o restaurante neojaponês Miya, a doceria Folie e o buffet Arroz de Festa, localizados em São Paulo, oferecem versões da pipoca gourmet. Em Brasília, o Tribeca NY, está fazendo sucesso com a sua especialidade, as pipocas gourmet!

              Animale
              Ebony Peoples
              Vegas INC
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Mesas com jogos interativos são novidade em rede de fast-food

Para quem tem crianças em casa, sair para comer fora pode se tornar um grande desafio! Pensando nisso, muitos restaurantes investem em iniciativas para atrair este público. Vale tudo para conquistar os pequenos e seus pais: playgrounds, jogos lúdicos, cardápio infantil, criação de personagens infantis, só para dar alguns exemplos.

O McDonald’s é uma rede que explora bastante este mercado, lançando todo tipo de novidades para este público. A última que encontramos foi a criação da "Happy Table"(mesa feliz), que segundo alguns, pode ser o novo produto icônico da rede de fast-food.

Lançada em Cingapura, na Ásia, a novidade utiliza a tecnologia NFC (Near Field Communication) presente em diversos dispositivos mobile. Para brincar, é necessário um smartphone compatível com a tecnologia, e baixar um aplicativo gratuito criado pela rede para “transformar” o aparelho em um vídeo game. Depois basta aproximar o telefone à superfície da mesa, que diversos jogos interativos estarão disponíveis para a criançada. O telefone pode se transformar, por exemplo, em um carro de corrida virtual. As crianças podem ainda montar hambúrgueres, colher tortas de maçã, lutar contra os bandidos, ou ajudar o Ronald a planejar uma festa. A magia acontece graças aos adesivos NFC, que foram colados na parte inferior das mesas, chamando a atenção pela facilidade com que pode ser implantado em um restaurante

Além disso, o restaurante ainda premia os jogadores que batem recordes com batatinhas, sorvetes, entre outros.

O vídeo a seguir mostra direitinho como funciona, veja: 



O projeto foi realizado em parceria com a agência de publicidade DDB Singapore.

Fontes: Tecmundo
             Fast Co.Create
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Restaurantes melhoram certificação sanitária com consultoria

Empreendimentos de cidades-sede da Copa do Mundo contam com o Sebrae para seguir normas da Anvisa



Consultorias tecnológicas e uma cartilha informativa vão ajudar bares e restaurantes das cidades onde acontecerão os jogos da Copa do Mundo da FIFA 2014 a se adequarem às regras de segurança alimentar, conquistando melhores classificações junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Os pequenos negócios poderão aderir ao projeto-piloto de Categorização dos Serviços de Alimentação da Anvisa, iniciativa do Sebrae que vai mostrar aos consumidores as condições de higiene de seus empreendimentos. 

Os estabelecimentos serão inspecionados pela vigilância sanitária e classificados de acordo com um sistema de pontuação– que vai de 1 a 5. A adesão é voluntária. Os restaurantes selecionados podem ser conhecidos no site da Anvisa. A expectativa é de que até 2015 sejam categorizados aproximadamente 2,5 mil serviços de alimentação em 11 das 12 cidades-sede da Copa – Belo Horizonte, Brasília, Cuiabá, Curitiba, Fortaleza, Manaus, Natal, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, além do estado da Paraíba. Em maio de 2015 será divulgado um relatório com os resultados do projeto.

“As normas nem sempre são estruturadas com a participação efetiva do segmento, por isso, os donos de pequenos negócios muitas vezes não sabem como implementá-las. Nosso papel é exatamente esclarecer essas propostas e fazer com que, na prática, os empreendedores consigam ofertar serviços de qualidade”, afirma o presidente do Sebrae, Luiz Barretto.

Durante o evento de lançamento da solução de categorização do setor de alimentação, em Brasília, o presidente da Abrasel, Paulo Solmucci, destacou a importância da segurança alimentar para o setor. “Em alguns países o ensino básico já inclui a segurança alimentar na grade curricular. Por aqui, estamos cada vez mais focados nesse tema. Prova disso é nossa parceria que vai disponibilizar uma solução enxuta, focando as principais exigências sanitárias e tornando possível que os empresários as coloquem em prática”, diz. 

A categorização vai trazer um legado positivo para todo o setor do turismo. É o que destaca Juarez de Paula, gerente de Atendimento Coletivo e Serviços do Sebrae. “Os investimentos fazem com que todo o setor se torne referência internacional. Por isso, temos que investir em qualidade e competitividade para deixarmos um legado positivo”.

“E o mais importante é que o empresário que investe em qualidade sanitária será valorizado e vamos comunicar isso ao consumidor”, completa Ângela Castro, especialista em regulação da Anvisa.

Autoavaliação 

Durante o evento de lançamento, a analista Hulda Oliveira Giesbrecht, da Unidade de Acesso à Inovação e Tecnologia do Sebrae, explicou como o empresário pode aproveitar a solução. Quando o restaurante participar do projeto de categorização, o empresário poderá realizar uma autoavaliação prévia do seu negócio e, por meio de uma cartilha elaborada pelo Sebrae e pela Associação de Bares e Restaurantes (Abrasel), conhecerá as exigências da Anvisa. Ao identificar o que está em inconformidade com sua empresa, ele poderá elaborar um plano de ação para sanar os problemas encontrados.

Outra ferramenta procurada pelos empresários é a consultoria tecnológica. Com ajuda de um consultor, que faz duas visitas ao estabelecimento, é possível colocar em prática as mudanças e adaptações necessárias. Na primeira visita, o consultor faz uma checagem dentro da empresa de alguns itens –como estrutura física, higiene e manipulação dos alimentos, proteção dos trabalhadores e qualidade das matérias-primas e ingredientes. Na segunda visita, o consultor apresenta oportunidades para melhoria, indicando as ações que devem ser adotadas para melhorar sua categoria.

"A vantagem da consultoria tecnológica é que o agente já é formado pelo Sebrae no programa Alimento Seguro. Ele conhece bem exigências regulamentares de manipulação de alimentos, incluindo a Resolução RDC nº 216/2004, usada como base na categorização feita pela Anvisa", destaca Hulda Giesbrecht.

Bons resultados

Os resultados da consultoria não poderiam ter sido melhores para a empresária Maria Isabel Azevedo, que há 20 anos atua no ramo de alimentação. Graças às visitas de duas consultoras do Sebrae ao restaurante Âncora Caipira, que fica em Natal (RN), ela conseguiu organizar os documentos pendentes e ganhar o alvará de funcionamento. Além disso, investiu em melhorias nas instalações. Quando a lista de verificação da categorização foi aplicada, a empresa teve um bom desempenho.

“A categorização reconhece os restaurantes que investem em procedimentos e cuidados com a saúde do consumidor. Aspectos que, muitas vezes, o consumidor não consegue identificar. Estar nos melhores grupos da categorização nos torna uma referência. Estou confiante”, diz Maria Isabel. Os restaurantes como o da empresária de Natal estão na fase da autoavaliação. As Anvisas Locais farão visitas aos estabelecimentos participantes em agosto e setembro para categorizá-los.

Outras cidades que não sediarão jogos da Copa do Mundo 2014 também podem participar do projeto, ficando a cargo do estado fazer a indicação oficial. A Paraíba, por exemplo, por causa de sua posição geográfica e por decisão do governo estadual em inseri-la no processo, foi incluída.

A proposta é uma iniciativa pioneira, baseada em experiências bem-sucedidas em várias cidades como Nova York e Londres e em países como Nova Zelândia e Dinamarca. As experiências apontam uma grande aceitação por parte dos consumidores e uma melhoria significativa do perfil sanitário dos serviços de alimentação.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Donos de restaurantes podem ter versões do cardápio em diversos idiomas

Ferramenta traduz o cardápio para turista acessá-lo por meio do smartphone ou tablete


Ao notar a dificuldade dos estabelecimentos comerciais na hora de atender os estrangeiros, o publicitário João Felippe Barbosa desenvolveu uma solução, o “MyChoice”. A solução inclui a tradução de todo o conteúdo do cardápio, hospedagem do conteúdo traduzido e impressão de etiquetas adesivas com QR Code para o cliente acessar o cardápio em outras línguas via smartphone ou tablet.

Imagem: Divulgação

“A ideia surgiu de uma necessidade que o Brasil enfrenta. O Brasil é um país em ebulição. No mundo inteiro há pessoas procurando o Brasil como oportunidade de trabalho e geração de novos negócios. Com isto, recebemos estrangeiros diariamente e não estamos preparados para atendê-los. My Choice veio para preencher uma lacuna existente.", pontua Barbosa.

MyChoice é uma solução simples que permite ao estabelecimento ter o cardápio em diversos idiomas. Funciona assim: MyChoice traduz o cardápio no idioma escolhido pelo dono do restaurante (até cinco idiomas) e através de uma plataforma amigável, disponibiliza este conteúdo. No restaurante, o proprietário pode colocar o QR Code no próprio cardápio ou ainda em displays para mesas com a informação sobre o serviço. Para acessar o cardápio traduzido, o cliente precisa ter um leitor de QR Code no celular.

Lançado há alguns meses, o MyChoice tem como meta incorporar pelo menos 10 novas empresas por mês até o fim do ano. Um dos locais com a ferramenta é o Bistro de Paris, localizado na Rua Augusta, nos Jardins, em São Paulo. O proprietário Pierre Murcia resolveu oferecer o serviço para seu cliente porque o restaurante está localizado próximo de hotéis e recebe pessoas do mundo inteiro.

"Sentimos a necessidade de ter uma ferramenta muito melhor do que simplesmente ter um cardápio em inglês e ficar mudando no papel", afirma Pierre. Atualmente, o Bistro de Paris tem o cardápio no papel em português e em francês. Na versão online, está disponível em inglês. Em outubro, o cardápio estará disponível em mais quatro línguas via MyChoice: espanhol, japonês, chinês e alemão e através da função de narração de textos disponível em diversos modelos de smartphones e tablets, até deficientes visuais tiram proveito da ferramenta desenvolvida pela MyChoice.

Com plano de implantação em São Paulo e Rio de Janeiro, a empresa também atende remotamente aquisições de seus serviços em qualquer cidade do Brasil.

Outra grande vantagem da ferramenta é a publicidade de abertura e rodapés nas páginas do aplicativo que pode ser adquirida pelos proprietários por um valor tabelado pela MyChoice e repassadas para fornecedores de produtos pelo próprio restaurante. Qualquer receita ou benefício gerados com isto vão 100% para o bolso do proprietário do restaurante.

Valores
O dono do restaurante que contratar o serviço vai pagar mensalidade. Os valores respeitam uma grade progressiva de descontos atrelada a quantidade de idiomas e itens de cardápio. O serviço contempla a tradução nos idiomas desejados, a hospedagem das informações e as alterações. A maioria dos contratos preveem a duração de um ano, isto é: Restaurantes que contratarem a funcionalidade agora já terão o recurso durante a Copa de 2014 no Brasil.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 13 de agosto de 2013

Campanha criativa de pizzaria incentiva o uso de #hastag nas redes sociais

A pizza, além de deliciosa, estimula a criatividade, sabia? Pelo menos é o que diz a nova campanha da rede de pizzarias norte-americana Domino’s. Com o conceito de que “com fome ninguém pensa direito”, a Domino’s lançou nos EUA uma campanha celebrando os momentos de criação e inovação abastecidos por uma bela redonda, dizendo que uma grande ideia, uma música, um filme ou uma tecnologia, por exemplo, poderiam nem existir caso não fosse a ajuda deste irresistível alimento.



Entitulado como “Powered by Pizza”, o filme incentiva as pessoas a compartilharem posts e fotos no Facebook, Twitter, e Instagram com a hashtag #poweredbypizza quando elas estiverem criando, construindo ou inovando em algo, viralizando desta forma o conceito proposto pela Domino's.


A campanha foi criada pela agência Crispin Porter + Bogusky.

Fontes: Proxxima
             Exame
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Menu de águas é lançado em restaurante


A mais nova atração de um restaurante em Los Angeles é um menu de águas engarrafadas. Já viu isso? Com mais de 20 variedades de águas provenientes de países como Fiji, Espanha, França, Alemanha e Canadá, o restaurante Ray & Bar Stark promete oferecer a melhor água disponível para os paladares mais exigentes. A casa conta inclusive com um profissional especializado no produto, o "sommelier de água", Martin Riese. 

Riese, que é um profissional certificado pela German Mineral Water Association (Associação Alemã de Água Mineral), diz que sua seleção de águas foi cuidadosamente escolhida para complementar o cardápio do restaurante de cozinha mediterrânea de forma perfeita, semelhante à combinação dos vinhos. "A água tem um impacto significativo sobre a forma como saboreamos a comida, assim como os vinhos", disse Riese. "Nós já estamos acostumados com o emparelhamento de alimentos com vinho ou cerveja, mas muitas pessoas não sabem como a água também é importante na refeição".

O menu de água apresentado pelo Ray & Bar Stark é um livreto que apresenta descrições de cada uma das variedades de água, incluindo informações sobre origem, o conteúdo mineral, e notas de degustação. Os preços começam em US$ 8,00 a garrafa, chegando ao valor de US$ 20,00. Há também um menu de degustação de água, por US$ 12,00.

Este conceito de menu de água já foi tentado na Europa. Uma famosa tentativa foi o Le Water Bar Colette, em Paris. Em Los Angeles, também já houveram outras tentativas há alguns anos atrás, mas o menu de água ainda não tinha sido muito bem sucedido. Agora, o momento para investir neste conceito parece ser o mais propício. Isto porque a ascensão da cultura da água está ocorrendo na medida em que o consumo de vinhos e bebidas alcoólicas está diminuindo em restaurantes finos.

              RWL Water
               Eater
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 31 de julho de 2013

Delivery de saladas: Uma ideia que está fazendo sucesso

Em apenas oito meses, empresário conseguiu dobrar faturamento com a entrega de pratos requintados


O ramo de alimentação leve atende aos gostos dos que buscam uma vida mais saudável e anima também quem pretende fazer negócios. Foi nesse filão que o empresário natalense Rodrigo Dowsley decidiu empreender ao abrir um estabelecimento de saladas, a Chef House. Funcionando há pouco mais de um ano, a casa faz sucesso entre o público local sem sequer ter uma mesa. Tudo é entregue diretamente na residência do cliente. O cardápio é requintado e composto por saladas que misturam ingredientes diferenciados.

Imagem: Divulgação - Agência Sebrae

A salada Pollo Chef House, por exemplo, traz uma pasta de ricota com espinafre tipicamente italiana e tomates secos caseiros. A campeã de vendas é a Pollo Crocante, em que o empanado que acompanha a salada é leve e sequinho, feito à base de torradas e cereal de milho. As de camarão também fazem sucesso. Já o prato com carne de sol – Chef House nordestina - tem aroma irresistível e geralmente chega morninho ainda na casa do cliente. “Fazemos um cuscuz marroquino com abobrinha, muito especial, que acompanha as saladas Pollo Marroquina e Tilápia Marroquina”, ressalta Rodrigo Dowsley.

O preparo dos pratos é feito na hora. Se o cliente pede uma salada de camarão, por exemplo, o crustáceo é grelhado no momento que o pedido entra na cozinha e é adicionado à salada. “Por isso, ficamos conhecidos pelas hortaliças bem crocantes”, diz o proprietário do estabelecimento, que é formado em Administração Hoteleira e Gastronomia.

A ideia de montar o negócio surgiu a partir da visão empreendedora de Rodrigo Dowsley, que resolveu unir alimentação saudável com conveniência. Daí a opção pelo sistema de delivery, serviço que é terceirizado e a taxa repassada integralmente à cooperativa de entregadores. “Percebi que havia uma demanda muito grande por alimentação saudável e que tinha espaço pra oferecer uma salada totalmente diferente do que havia no mercado, algo que marcasse pelo sabor e apresentação”. Nos primeiros oito meses de funcionamento, as vendas da Chef House dobraram.

Entretanto, por trás de todo o sucesso há um histórico de dificuldades e bastante esforço, empenho e dedicação. No período de abertura do negócio, alguns fatores comprometeram o capital de giro e dificultaram uma maior fluência, como a utilização de capital próprio em vez de tomar empréstimo a taxas razoáveis, investimento superdimensionado em embalagens, tempo de obra estendido na reforma do prédio e pouca divulgação.

“Um dos maiores obstáculos do início foi a parte de precificação, pois não tínhamos conhecimento dos custos fixos e variáveis para se compor um preço ideal. A pesquisa que houve foi informal e por meio de observação do movimento de algumas casas com produtos semelhantes”, conta Dowsley. Foi nessa hora que o empreendedor procurou o Sebrae no Rio Grande do Norte, que o auxiliou com consultorias no ajuste do preço de venda e na adoção de ferramentas de marketing.

Expectativa

“Percebi que o principal ponto de melhoria era uma divulgação mais expressiva”, diz o empresário. Agora, ele pensa em abrir um restaurante. “Estamos conversando com parceiros sobre um novo projeto, mas ainda está tudo sob sigilo até que se concretize. Mas vem coisa boa por ai. E isso nos anima bastante”.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 23 de julho de 2013

Projeto pune restaurantes que cobrarem clientes por sobras

Penas são as mesmas previstas no Código de Defesa do Consumidor por práticas abusivas.



Cobrar dos clientes pela sobra de comida deixada no prato pode virar contravenção, punida com multa e até interdição do estabelecimento. A medida está prevista no Projeto de Lei 5159/13, do deputado Lincoln Portela (PR-MG).

As penas previstas são as mesmas estabelecidas no Código de Defesa do Consumidor (CDC - Lei 8078/90) por práticas abusivas. Portela argumenta que a cobrança por sobras deixadas pelos clientes em restaurantes e lanchonetes configura abuso contra o consumidor. “Ao decidir utilizar os serviços de um restaurante, ele deve saber sobre o preço final de sua refeição”, acrescenta.

Tramitação:
Em caráter conclusivo, a proposta será analisada pelas comissões de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Íntegra da proposta:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Cadeira abraça cliente aniversariante em ação de restaurante

O restaurante Outback promoveu uma ação em 2013, bastante interessante para comemorar o aniversário de seus clientes, utilizando a rede social mais acessada no Brasil, o Facebook. Aproveitando do conceito de “distribuir abraços de aniversário”, a rede criou a “cadeira do abraço”, uma cadeira interativa que abraçava o aniversariante sempre que ele recebia um parabéns através do Facebook.

Para funcionar, a “cadeira do abraço” foi conectada a um tablet. Bastava o aniversariante acessar sua conta através dele, e conectá-la ao aplicativo disponível na fanpage do Outback. As reações foram sempre bem recebidas pelos aniversariantes, que ficaram todos satisfeitos com os cumprimentos. Veja no vídeo a seguir:


A ação foi criada pela agência Lew'Lara\TBWA.

Fontes: Avemarketing
              Administradores
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 8 de julho de 2013

Rede social reúne internautas interessados em gastronomia

Imagem: Divulgação

Uma novidade que surgiu em Santa Catarina vem ganhando seguidores na internet. A proposta dos idealizadores do Pip!, uma rede social de gastronomia, é integrar as pessoas que gostem de dividir receitas ou dicas na cozinha. Assim como no Facebook, no Pip! o usuário pode comentar, curtir e compartilhar informações, além da vantagem de preservar o post sem que ele se perca em meio a novas atualizações do perfil. 

“É uma solução que utiliza e potencializa o hábito das pessoas postarem fotos de comidas no Facebook, Twitter, Instagram, etc. Nessas plataformas, as postagens perdem-se na timeline, complicando muito a pesquisa. Outro problema é essas redes sociais não são feitas para postagem de receitas”, comenta Guido Jackson, que teve a ideia de criar a ferramenta juntamente com Thomaz Palma Santos e Rodrigo Boscaini de Freitas.

O empreendimento surgiu como uma startup em Jaraguá do Sul, região Norte de Santa Catarina, e desde que foi colocada no ar já conta com mais de 33 mil usuários. O rápido crescimento de usuários dá confiança aos três sócios quanto à popularização do Pip! junto à pessoas que gostam de cozinhar, blogueiros que postam receitas, chefs de cozinha e anunciantes de produtos relacionados.

“Percebemos que as pessoas gostam de exibir seus feitos culinários, acompanhar o que outras pessoas consomem ou cozinham. Nossa plataforma também da a possibilidade de organizar essas receitas, buscá-las posteriormente para organizar eventos, jantares, confrarias etc. Tudo isso pode ser feito na nuvem, web e mobile”, reforça Thomaz.

A Pip! é uma das startups participantes do programa de capacitação Startup SC, desenvolvido pelo Sebrae em Santa Catarina juntamente com a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDS). O objetivo é o desenvolvimento e fortalecimento das startups catarinenses.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 2 de julho de 2013

Aplicativo Jánamesa para restaurantes


Chega ao mercado um novo aplicativo que vai beneficiar os donos de restaurantes. O Jánamesa, delivery online com os melhores restaurantes de São Paulo e Rio de Janeiro, apresenta um aplicativo para iOS, adaptados para iPhones e iPads.

O aplicativo faz com que o restaurante ganhe mais um gargalo para vender. O usuário tem a opção de pedir comida de qualquer lugar e disponibiliza os estabelecimentos cadastrados na região, horário de funcionamento e avaliação de clientes.

A operação é muito simples: por meio do CEP, o usuário recebe uma lista com todos os estabelecimentos cadastrados da região, sendo possível ordená-los por nome ou avaliação e, ainda, filtrar por tipo de cozinha. Além disso, o app é totalmente integrado com o Facebook.

Todos os locais agregam informações de horário de funcionamento, o valor mínimo do pedido (quando estipulado) e avaliação feita por usuários. Após escolher os produtos, o cliente confirma o pedido e escolhe a forma de pagamento, que pode ser realizado pelo próprio dispositivo ou no ato da entrega. Além disso, o usuário pode acrescentar comentários ao pedido e checar as transações anteriores.

Usuários assíduos também têm vantagens com o programa de fidelidade do Jánamesa, que oferece um prato gratuito para cada 100 pontos acumulados. Atualmente, o portal conta com 1,2 mil restaurantes na cidade de São Paulo e 150 estabelecimentos no Rio de Janeiro.

Confira mais vantagens de ser um parceiro clicando aqui.

Sobre o Jánamesa

O Jánamesa é um site de delivery online, que reúne restaurantes de São Paulo e Rio de Janeiro para o usuário buscar o que quer comer e fazer o pedido e pagamento de forma rápida e segura online. O Jánamesa atua próximo à cadeia do delivery, para melhorar ainda mais a experiência de pedir comida.

Ficou interessado? Acesse o site Jánamesa.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Hambúrgueres recheados incrementam faturamento de lanchonete

Oferecer novidades e diferenciais aos clientes é uma regra essencial para quem pretende se destacar em meio a um mercado com tantos concorrentes, como é o caso do das lanchonetes

Diante desta realidade, uma lanchonete paulistana resolveu apostar em hambúrgueres recheados para atrair os clientes. Uma ideia simples, de fácil implantação, e que segundo o programa "A Grande Ideia", gera um faturamento bastante atraente. Assista a reportagem no vídeo a seguir:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Restaurantes investem em tecnologia que entrega os pedidos aos clientes pelo ar

O que você acha da ideia de entregar os pedidos dos clientes do seu restaurante de forma aérea? Parece um conceito bem diferente, mas duas redes estão investindo e estudando a viabilidade de implantação deste tipo de entrega. 

A YO! Sushi apresentou em seu restaurante no Soho, no centro de Londres, aquilo que chamou de "a primeira bandeja voadora do mundo", inovando na maneira de levar os pedidos dos clientes às mesas. Um drone que funciona como um mini-helicóptero, e alcança até 40 quilômetros por hora, é controlado pelos garçons por meio de um iPad. Basta que eles inclinem o tablet na direção em que querem que o aparelho vá, e ele voa para lá, até uma distância máxima de 45,7 metros. O nome do mecanismo é iTray, algo como iBandeja. Ele é feito com uma fibra de carbono leve, conta com quatro hélices, e está equipado com câmaras HD, que permitem aos funcionários da cozinha acompanhar a trajetória da bandeja em tempo real.

"A ideia surgiu de pensarmos em como mostrar às pessoas o quanto o hambúrguer da rede é leve, excitante e divertido", explicou o CEO da YO! Sushi Robin Rowland, no site Diário Digital.

Se a novidade for bem aceita, ela será implantada em todas as unidades da rede no Reino Unido no próximo ano.

Veja como funciona no vídeo abaixo:


Também no Reino Unido, os drones parece que poderão substituir os entregadores de pizzas. A filial inglesa da rede norte-americana de pizzarias, Domino’s, publicou um vídeo em seu canal oficial no YouTube em que mostra o que pode ser o futuro do seu modelo de delivery, o DomiCopter. O drone utilizado neste caso, é capaz de transportar duas embalagens com pizzas tamanho família a uma altura de 126 metros.

O representante da empresa, Simon Wallis, afirmou para o Metro: “Não há maneira melhor para evitar o trânsito do que voar. No mínimo, isso vai nos deixar ainda mais rápidos”. A tecnologia ainda não foi implantada, melhorias ao sistema de distribuição precisam ser feitas, e as devidas autorizações governamentais devem ser obtidas. De acordo com nota a imprensa, o objetivo da iniciativa é estudar novas formas de entrega de produtos. Se a novidade do “Domicopter” for bem sucedida, a rede pretende montar uma espécie de academia de voo, especializada nestes robôs.

Veja a seguir o “Domicopter” em ação:

                             

Fontes: Tecmundo
              Diário Digital
              Telegraph
               Exame
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Hot-dog doce

Haja criatividade para conquistar a clientela e driblar a concorrência! O tradicional cachorro-quente, que leva pão, salsicha, purê, maionese, ketchup e mostarda, agora disputa a preferência do público, com versões bem diferentes e incrementadas.

E se você está pensando que as versões diferenciadas se resumem à hot-dogs prensados, cheios de recheios e complementos criativos, ou ainda aqueles em que a salsicha é substituída por linguiça,ou por frango, está muito enganado! Já existem lugares que estão oferecendo em seus cardápios os hot-dogs doce! Um exemplo é o hot-dog sensação, que leva pão de cachorro-quente, leite condensado, chocolate, morango em calda e um pouco de queijo para completar. Tudo isso colocado na chapa!

Confira na reportagem, a seguir: 

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Burger King inventa nova forma de degustar hambúrguer

Em comemoração dos seus 50 anos em Porto Rico, a rede de fast-food Burger King criou o "Hands Free Whopper". Segundo a rede, o aparato foi desenvolvido para ajudar as pessoas a desfrutarem de seus Whoppers sem utilizar as mãos, e assim continuar a desempenhar as suas tarefas diárias ao mesmo tempo.

Imagem: YouTube

Confira o vídeo do "Hands Free Whopper", que foi publicado na internet, como parte da promoção para o Burger King de Porto Rico.


Além do vídeo, a rede também disponibilizou um site promocional do produto comemorativo. Clique aqui para acessar.

Fonte: Food Beast
              Hands Free Whopper
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 28 de maio de 2013

Ação de pizzaria faz DVD virar pizza

Mais uma ação criativa de pizzaria: que tal um DVD que solta cheiro de pizza?

Esta foi a proposta da agência Artplan para a rede de pizzarias Domino’s em Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro. Em parceria com algumas locadoras, foram distribuídos os “Pizzas discs”, DVDs "mágicos" que se transformavam em pizzas, promovendo a marca de pizzarias.

Os DVDs tiveram as suas superfícies cobertas por uma tinta térmica, que com o calor produzido pelo funcionamento do leitor de DVD, revelavam a imagem de uma pizza pronta, com a mensagem: “Gostou do filme? O próximo vai ficar ainda melhor com uma Domino’s quentinha”, seguida do telefone da pizzaria. Além de tudo, o DVD ainda exalava o aroma delicioso de uma pizza recém-saída do forno, para ninguém conseguir resistir!

Veja como funcionou:


De acordo com o site Meio & Mensagem, novas praças devem ser alvo do "Pizza disc", embora as cidades ainda não estejam definidas.

              Exame
               Adnews
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 21 de maio de 2013

Sorvetes salgados ganham espaço no mercado

Os sorvetes não estão mais restritos apenas ao menu das sobremesas. Eles têm ganhado sabores salgados cada vez mais diferentes, e estão conquistando a simpatia da população, incrementando cardápios de diversos restaurantes.

Na Itália já é comum ver estabelecimentos oferecendo sorvetes bem diferentes, como o de gorgonzola, bacalhau ou vinho Moscato frisante. Lá, ingredientes como o vinagre balsâmico, o tomate e o queijo parmesão, não enriquecem mais apenas as saladas, massas e pizzas. Eles ganharam versões geladas.

O chef Massimiliano Alajmo faz sucesso em seu restaurante, em Pádua, servindo um sorvete de queijo gorgonzola acompanhado de um molho de ameixas secas. Na província de Bréscia, o chef Vittorio Fusari colocou no menu do seu restaurante várias opções de sorvetes salgados como pratos ou acompanhamentos. Ele prepara, entre outros, um risoto de verão, no qual o arroz é servido com um sorvete de queijo parmesão e uma geleia de açafrão.

Fusari também oferece aos clientes sorvete de bacalhau e uma sopa feita com cinco tipos diferentes de feijões que é servida com sorvete de pesto. "A idéia é romper com o tabu de misturar quente com frio, ou salgado com doce", afirma o chef à BBC. "As pessoas gostam, acham interessante, divertido e muito bom."

Aqui no Brasil, também tem gente apostando no sucesso do produto. A reportagem do programa "A Grande Ideia", que mostramos a seguir, conta o caso de um empresário grego que investiu em uma linha de sorvetes salgados, que está fazendo sucesso em Recife.

A sua empresa fornece sorvetes salgados para sete restaurantes, que desenvolveram receitas bem inovadoras, como a salada caprese, que leva sorvete de manjericão, muzzarela de búfala e tomate. Veja a matéria a seguir:



Nos EUA, uma sorveteria localizada na Philadelphia, também oferece versões salgadas de sorvetes aos seus clientes. A Little Baby's Ice Cream é uma loja especializada na criação artesanal de  sorvetes com sabores excêntricos, que se superou ao lançar o sorvete de pizza. Segundo os que experimentaram a iguaria, é como se você estivesse comendo aquele pedaço de pizza de ontem, no café da manhã! 

Fonte: TrendHunter

Fontes: BBC
            Trend Hunter
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 20 de maio de 2013

Embalagem prática e inovadora para fast-food

Oferecer aos clientes propostas que facilitem as sua vidas é sempre uma boa estratégia para qualquer negócio. Desta forma, o projeto, desenvolvido pelo estudante de design Seulbi Kim, parece uma criação que agradará aos consumidores de fast-food, que têm que se equilibrar para carregar pacotes com lanches, batatas e o copo de bebida.


A novidade chama-se The Fast Food Purse, e é uma bolsa de comida que ajuda a carregar todos os itens de fast-food em uma única embalagem para viagem. Basta colocar o pacote de batatas fritas e o hambúrguer nos compartimentos designados na embalagem de papelão, deslizar o copo para o fundo, dobrar o pacote e segurar pelas alças. Muito prático!

Imagem: Foodiggity

Com uma das mãos livres, os clientes podem ter mais facilidade para fazer o check-in no restaurante, ou para dizer a todos os seus amigos que está prestes a devorar um lanche especial!

Fontes: Foodiggity
             Food Beast
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Associação cria ranking para divulgar restaurantes sustentáveis


Cada vez mais restaurantes estão anunciando o seu compromisso com a sustentabilidade, mas em meio à tanta publicidade, como mostrar que o seu estabelecimento não está fazendo apenas um discurso da moda para conquistar mais clientes?

Para os clientes pode ser difícil julgar quais restaurantes estão realmente vivendo de acordo com padrões de sustentabilidade. Pensando nisso, o empresário londrino Mark Sainsbury, proprietário do Restaurante Moro, criou uma associação, junto com o amigo Giles Gibbons, voltada a ajudar os restaurantes que querem se tornar sustentáveis. Isso aconteceu depois que ele descobriu que as informações sobre o tema eram muito escassas.

Foi criada então a Sustainable Restaurant Association (SRA), que desenvolveu um sistema de classificação, que basicamente mede o quão bem um restaurante encaixa princípios da sustentabilidade em seu dia-a-dia, atribuindo uma pontuação de uma, duas, ou três estrelas.

Para ser sustentável, o restaurante deve comprar ingredientes direto de fazendeiros, reciclar o lixo e economizar energia. É um processo simples, mas longo. Sustentabilidade passa por comida orgânica, bem-estar do animal, eficiência energética, conservação da água e marketing responsável.

Como funciona a Sustainable Restaurant Association

O Sunday Times chamou a SRA de "As estrelas Michelin da Sustentabilidade". 

Para receber a classificação, os restaurantes são examinados em 14 quesitos, que devem evidenciar a sua preocupação com as três categorias principais de sustentabilidade - origem, meio ambiente e sociedade. Supervisionados por especialistas SRA, os restaurantes são então classificados no ranking com uma estrela, duas estrelas ou campeão em sustentabilidade, com três estrelas. Os restaurantes que atingem o status de campeão são marcados no Guia de Restaurantes on-line SRA, permitindo que os consumidores eco-friendly saibam onde podem encontrar comida sustentável (e deliciosa).

De acordo com o site da associação, qualquer restaurante que quer melhorar a sua sustentabilidade pode participar, e realizar uma avaliação. A equipe que avalia os restaurante é formada por ex-chefs e restaurateurs, que entendem o dia-a-dia de um estabelecimento de alimentação, oferecendo orientação e apoio para tornar o restaurante mais sustentável. Segundo Sainsbury, o Sustainable Restaurant Association é uma associação tipo “guarda-chuva”: acolhemos toda sorte de dúvidas, das mais básicas às mais específicas, e ajudamos os donos de restaurantes a encontrar respostas

O melhor é que o sistema de ranking global de sustentabilidade da associação está disponível para qualquer restaurante do mundo, desde que não sejam servidas espécies em extinção em seu cardápio.

Mais de 500 restaurantes do Reino Unido foram classificados pela SRA e a Associação oferece consultoria para mais de 1.200 restaurantes, com conselhos de como encontrar alternativas sustentáveis ​​para as práticas tradicionais de um restaurante.

No Brasil temos uma iniciativa parecida, o Selo "Restaurante Sustentável". Muitos estabelecimentos por aqui já tem esta visão, e aderiram à causas que focam questões sustentáveis. No entanto, na SRA ainda não existem estabelecimentos brasileiros indicados.

Fontes: Food Beast
              The SRA
              Atitude Sustentável
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

quinta-feira, 9 de maio de 2013

Pastelaria cria recheios inusitados de pastéis

Até no pastel há espaço para criar! Uma pastelaria de São Paulo é a prova disto. O Empório do Pastel investe na criação de recheios diferenciados, para se destacar no mercado e chamar a atenção dos clientes.

Pastel de feijoada, pastel de estrogonofe são algumas das opções disponíveis no cardápio da casa, que conta com mais de 45 recheios. A diversidade de sabores inclusive foi tema do programa "A Grande Ideia", exibido no SBT.

Confira a reportagem no vídeo, a seguir:


E você? Está sabendo inovar e se diferenciar no mercado?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

terça-feira, 7 de maio de 2013

Ação de pizzaria distribui pizzas na hora do rush

Hoje em dia, as grandes cidades sofrem com intermináveis congestionamentos. As pessoas passam muito tempo fechadas dentro do carro, estressadas e entediadas quando têm que se deslocar de um lugar para o outro. Pensando nisto, uma pizzaria aproveitou esta situação, e criou uma ação para divulgar as suas pizzas justamente nesta hora.

A Red Sun Pizza, pizzaria localizada na cidade de Santos, em São Paulo, promoveu pela 4ª vez o Pit Stop Red Sun Pizza, uma ação de marketing de guerrilha que contou com a criação, planejamento e realização da Ops'Brands.

A ação distribuiu pedaços de pizza para os motoristas que estavam parados em meio ao trânsito caótico da cidade, com aquela fome, no final de tarde. A equipe da pizzaria surpreendeu à todos oferecendo um pedaço de pizza quentinho, para alegrar os motoristas.

O público pareceu ter adorado a iniciativa, e a marca conquistou a simpatia com uma ação simples e bem pensada! Confira a seguir:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...